domingo, 14 de maio de 2017

Augusto Lobato é o novo presidente estadual do PT do Maranhão


O Partido dos Trabalhadores (PT) teve um dia de glória hoje, com a vitória legitima do histórico e emblemático Augusto Lobato, depois de o partido  ter passado por muitas turbulências  com o depoimento   de Lula na "Lava Jato". O PT se renovou? pode ser que sim, pode ser que não. Talvez era o que faltava para dá aquela roupagem entre a negação e o consentimento. Pode até parecer contraditório, que exatamente no momento em que Lula ensaia a voltar ao poder. Esse partido fundado em 1980 sempre buscou esse desfecho com uma obsessão, ou como um ponto estratégico fundamental a partir do qual poderia instituir um conjunto de reformas estruturais que iniciariam a plena implantação do seu programa  histórico. No entanto, aquilo que chegou ao governo em 2002 não é mais o mesmo partido fundado há mais de 20 anos. Mesmo ardorosos defensores da atual forma, e que não vão concordar com a tese da morte, preferindo identificar nos sinais apodrecimentos tons saudáveis de maturidade, são obrigados a confessar que o PT mudou muito. Mas no que consiste essa mudança? A nosso ver, a experiência do PT é um excelente exemplo de movimento de constituição de uma classe contra a ordem do capital que acaba por se amoldar aos limites da ordem que queria superar. Infelizmente, a coisa é mais prosaica: o PT é a reencenação de uma fábula já conhecida, e trágica, que de tanto ser reprisada adquire aquela tonalidade cômica, sem perder a seriedade dramática. Mas, como podemos mudar essa realidade?
Com Augusto Lobato presidente do diretório estadual e Lula Presidente do Brasil.