sexta-feira, 3 de março de 2017

Prefeito Luis Fernando prestigia posse de Pedro Lucas na Agência Metropolitana




O prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva (PSDB), prestigiou a posse do vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB) para a Presidência da Agência Executiva Metropolitana. A solenidade aconteceu no Palácio Henrique de La Roque, na tarde desta quinta-feira, dia 02. Também foi empossado para a Secretaria de Estado de Relacionamentos Institucionais o Pastor Luiz Carlos Porto.
Para o prefeito Luis Fernando, a posse de Pedro Lucas é mais um passo institucional importante para a efetivação da Gestão Metropolitana. “O governador Flávio Dino coloca à disposição da população da região uma estrutura orgânica comandada por um grande político e um técnico de alta categoria, que conhece os problemas da Ilha de São Luís e da região como um todo. Com certeza ele fará um grande trabalho pela região”, declarou.
Na mesma linha, o governador Flávio Dino também elogiou os atributos do vereador Pedro Lucas, agora presidente da Agência Executiva Metropolitana. “[Ele] tem alguns atrativos que me levaram a formular esse convite. O Pedro supera a dicotomia falsa entre político e o técnico. Está aqui o Luis Fernando, prefeito de São José de Ribamar, um dos homens públicos mais experientes que temos aqui presente, que sabe que é impossível governar bem apenas tecnicamente”, ressaltou o governador.
Metropolização - A política de metropolização, já implementada pelo Governo do Estado com os quatro municípios que compõe a Grande Ilha de São Luís, será expandida para todos os 13 municípios que compõe a região.
Outro passo importante para o processo de implementação do projeto será a criação do Colegiado Metropolitano, gerando grandes expectativas entre as administrações municipais envolvidas, como São José de Ribamar.
“A expectativa é a melhor possível, o entusiasmo, o otimismo, porque esse é o passo institucional mais importante para a efetivação da gestão metropolitana”, disse o prefeito Luis Fernando, um dos primeiros gestores do Maranhão a defender a ideia ainda em 2004, quando concorreu pela primeira vez ao cargo de prefeito ribamarense.