sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Edivaldo paga salários de professores respeitando o piso nacional




A valorização dos professores tem sido uma das políticas fortes da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior em São Luís. Matéria exibida no Jornal Hoje na quinta-feira (12) destacou que 55,1% dos municípios brasileiros pesquisados pelo MEC paga aos professores salários abaixo do piso nacional da categoria, definido por lei. São Luís, por sua vez, pertence ao rol de cidades em que o salário está acima do piso nacional.
Segundo dados do Ministério da Educação (MEC), 55% dos municípios brasileiros não cumpre a Lei do Piso. Reajuste divulgado hoje pelo governo federal fixou o salário inicial para os professores da rede municipal em R$ 2.298,80. Esse valor é para profissionais com nível médio e carga horária de 40h semanais. Em São Luís, os professores nessas condições recebem R$ 2.815,77. Se o professor tiver nível superior, a remuneração sobe para R$ 4.652,84 – também para a carga horária de 40h semanais.
Mesmo em face da crise econômica que atinge severamente os municípios brasileiros, a Prefeitura de São Luís consegue se destacar entre as cidades que valorizam os profissionais da educação. Entre os anos de 2013 e 2016, o salário dos professores da rede municipal aumentou em 39,08% considerando-se o acumulado dos últimos quatro anos. Foi na gestão Edivaldo, também, que os professores tiveram garantidos mais de oito mil direitos estatutários, entre progressões, gratificações e titulações, pleiteados há anos pelos professores e que foram, enfim, implantados.
Em São Luís, a política de valorização de professores já rende resultados positivos. Além de aparecer bem posicionada entre as gestões municipais que valorizam a Educação, São Luís conseguiu retomar a curva crescente no Índice de Educação Básica (Ideb) e conseguir os melhores resultados da história de São Luís para o indicador: a capital maranhense teve a terceira melhor nota entre as capitais do Nordeste, para as séries finais do Ensino Fundamental.
Edivaldo tem demonstrado entender que a valorização dos professores é essencial para melhorar a qualidade da educação. O futuro da cidade agradece.