quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Curso de Medicina recebe certificado do Sistema de Acreditação de Escolas Médicas


SÃO LUÍS - O curso de Medicina do Câmpus de São Luís da Universidade Federal do Maranhão faz parte do seleto grupo que recebeu o certificado do Sistema de Acreditação de Escolas Médicas (Saeme). A certificação coloca a universidade em um patamar nacional privilegiado, dentro das 19 instituições de ensino superior do Brasil aprovadas, entre 23 avaliadas. No Maranhão, o curso de Medicina do Câmpus de São Luís é o primeiro do estado a receber o selo de acreditação do Saeme.
Na manhã de terça-feira, 24, professores do curso de Medicina entregaram simbolicamente o certificado à reitora Nair Portela, que celebrou o resultado e ressaltou que é uma conquista institucional. “Percebemos o comprometimento de todos que compõem o curso de Medicina, para que a graduação se torne um referencial em todo o Brasil, demonstrando o nosso compromisso em oferecer cursos de excelência para nossos alunos”, pontuou.
O Sistema exigiu o cumprimento de uma série de requisitos relacionados à gestão, ao programa educacional, ao corpo docente e discente e à infraestrutura das instituições de ensino superior que oferecem cursos de Medicina. A avaliação visa qualificar a formação médica no Brasil.
Como a oferta de cursos dessa área aumentou muito no Brasil, o Conselho Federal de Medicina (CFM) resolveu controlar a qualidade das graduações e, para isso, criaram a avalição. Somente cursos que já graduaram alunos podem ser avaliados, por isso os cursos dos câmpus de Pinheiro e Imperatriz não participaram dessa edição, pois estão em processo de formação de seus discentes.
Para a coordenadora do curso de Medicina do Câmpus de São Luís, Rosângela Cipriano, a acreditação valoriza o compromisso que professores, alunos e a UFMA têm em manter o curso qualificado. “Nosso curso foi avaliado ano passado, e a comissão avaliadora conheceu todas as instalações, a área de atendimento básico, hospitais, salas de aula, conversaram com os estudantes, com os pacientes, conheceram os projetos de extensão e foram bastante criteriosos. O selo reconhece a qualidade e o compromisso do nosso curso”, frisou.
O selo de acreditação tem validade de três anos, e, caso a instituição não mantenha os níveis de qualidade, o curso pode perdê-lo, por isso a comissão de avaliação fez sugestões para que o curso de Medicina da UFMA solicite que seja revalidada a certificação e pediu a continuidade na melhoria dos índices de qualidade da graduação.
O professor do curso de Medicina, Othon Bastos Filho, destacou que o selo só foi possível graças ao empenho conjunto e aos diferenciais apresentados. “A acreditação do Saeme funciona como um selo de qualidade. Hoje nossos alunos, em termos de multidisciplinaridade, contam com bons recursos em imagem 3D, nanotecnologia, robótica e tecnologias multimidiáticas, o que auxilia na aprendizagem. Todos esses elementos acabaram contribuindo para uma avaliação positiva pelo Sistema”, disse.
Saiba mais
O Sistema de Acreditação de Escolas Médicas Brasileiras foi desenvolvido pelo Conselho Federal de Medicina e pela Associação Brasileira de Educação Médica (Abem). O processo de acreditação compreende uma etapa de autoavaliação com apresentação de evidências, análise de documentação, visita de três dias à instituição, elaboração de relatório com recomendações e entrega do parecer final.