terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Comissão de Segurança da AL interroga delegado sobre assassinato atribuído a prefeito de Mirinzal

Deputado Adriano Sarney é o autor do requerimento para ouvir o prefeito
Deputados Adriano Sarney, autor do requerimento para ouvir o delegado, e Zé Inácio, que integra a Comissão de Segurança da AL 
A Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Maranhão, atendendo a requerimento do deputado estadual Adriano Sarney (PV), marcou para esta terça-feira (13), às 8h30, o interrogatório do delegado de Polícia Civil Jorge Antônio Silva Santos, citado pela defesa do prefeito de Mirinzal, Amaury Almeida (PDT), na Ação de Investigação Judicial Eleitoral que visa apurar denúncias de irregularidades e de abuso de poder no processo eleitoral de Mirinzal, neste ano.
Segundo a defesa do prefeito, que concorria à reeleição, Amaury Almeida foi preso injustificadamente no dia votação, em uma ação que envolveu membros do Ministério Público e das polícias Civil e Militar. Tal fato teria como objetivo beneficiar o candidato adversário, eleito, Jadilson Coelho, que teve pedida a cassação do registro de sua candidatura, por abuso de poder político e econômico.
O interrogatório está marcado para às 8h30 na Sala das Audiências, na Assembleia Legislativa, nesta terça-feira, 13 de dezembro de 2016.