terça-feira, 8 de novembro de 2016

Delegação do Maranhão embarca, nesta terça- (08), para disputar JEJ 2016, em João Pessoa/PB



A delegação maranhense, composta por 87 pessoas, dentre alunos-atletas, professores e equipe técnica-pedagógica da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel), embarca, nesta terça-feira (08), rumo às disputas das modalidades individuais, masculino e feminino, da Etapa Infanto (15 a 17 anos) dos Jogos Escolares da Juventude 2016, que serão realizados no período de 10 a 19 de novembro, na cidade de João Pessoa/PB.
Durante reunião com a Delegação, realizada no Auditório da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão (SSP), o diretor geral dos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs), Sandow Feques, apresentou os procedimentos relacionados à viagem, hospedagem, transporte e alimentação da delegação maranhense. O momento serviu, também, para responder às dúvidas dos pais. “Realizamos a reunião no intuito de esclarecer as dúvidas dos pais a respeito da viagem e também sobre a competição”, disse Sandow.
De acordo com o secretário de Esporte e Lazer, Márcio Jardim, o governador Flávio Dino investiu em ações para garantir a qualidade de vida dos atletas participantes dos JEJ 2016. “O Governo do Estado tem feito significativo investimento em esporte e lazer. Nós sempre olhamos com atenção especial para nossos estudantes, que mostram o seu talento e todo potencial do Maranhão nos JEJ. Empenhamos-nos ao máximo para oferecer aos estudantes melhores condições para disputar a nacional com todo conforto que eles merecem”, afirmou Jardim.
Os Jogos Escolares da Juventude 2016 são o maior evento estudantil esportivo do Brasil. A competição de abrangência nacional reúne milhares de alunos-atletas de instituições de ensino públicas e privadas de todo o País. Atualmente, é tida como referência internacional. Consideradas as fases seletivas, os números chegam a mais de dois milhões de atletas e cerca de quatro mil cidades participantes.
Na Etapa Infanto serão disputadas competições de atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, natação, tênis de mesa e xadrez. Além das competições, os jovens atletas têm à sua disposição uma ampla gama de eventos paralelos às competições. O programa socioeducativo e cultural abrange diversas atividades extras com o intuito de aproximar os jovens de todo o País aos valores olímpicos e ao exemplo positivo da prática esportiva.