quinta-feira, 24 de novembro de 2016

A força de um jingle

roseanasarneyBastou que o nome da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) surgisse como possível opção para o governo em 2018 para que dez entre dez analistas começassem a fazer análises sobre a sucessão do governador Flávio Dino (PCdoB).
E os movimentos do PMDB, de reforço ao nome de Roseana, fizeram ressurgir um antigo jingle de campanha da ex-governadora. Curiosamente, a letra-mestra da canção é “ela está voltando”, o que fez com que muita gente se confundisse e achasse que o jingle é de agora.
Na verdade, o jingle foi criado para a campanha roseanista de 2006, quando ela disputou o governo contra Jackson Lago (PDT), em que venceu no primeiro turno e perdeu o segundo, recuperando o mandato depois, após constatação do TSE de que houve crime eleitoral do pedetista.
Desde que ressurgiu, há uma semana – primeiro em grupos de WhatsApp, depois em blogs e redes sociais de internet – o jingle “ela está voltando” já foi visto por mais de 3 milhões de pessoas, se transformando em um dos mais acessados nas principais redes sociais no Maranhão.
São duas versões, uma em áudio e outra com um clip, que têm sido tema de sete em cada 10 trocas de mensagens no WhatsApp.
Afastada da vida pública desde dezembro de 2014, Roseana Sarney não mostra interesse em disputas eleitorais, e aparece apenas a convite de aliados políticos de São Luís e do interior.
Mas o sucesso alcançado em poucos dias pelo jingle “ela está voltando” é um exemplo de que a ex-governadora ainda é uma das principais forças populares do Maranhão.
Da coluna Estado Maior