sábado, 29 de outubro de 2016

Para Edivaldo e Eduardo Braide, repercussão do debate pode definir eleição



Adversários no 2º turno da eleição em São Luís, os candidatos Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e Eduardo Braide (PMN) acreditam que o debate da TV Mirante, realizado na noite de ontem, pode ser fator decisivo para o resultado das urnas.Em entrevistas a O Estado antes e após o programa, ambos reconheceram o alcance da TV Mirante e a possibilidade de suas mensagens chegarem a uma parcela significativa do eleitorado da capital.
“Essa é uma oportunidade de o eleitor de São Luís, o cidadão de São Luís, conhecer da forma mais verdadeira possível o que pretende fazer cada candidato para fazer São Luís uma cidade muito melhor”, declarou Eduardo Braide.
Para Edivaldo Júnior, a expectativa da população era grande pelo embate entre os postulantes ao cargo de chefe do Executivo municipal, o que aumentou a audiência.
“Este dia 28 foi o dia em que nós tivemos condições de chegar para 1 milhão de habitantes através deste debate e eu tenho certeza de que a cidade toda estava de olho neste debate, estava esperando muito por esse debate”, comentou.
Definição – Braide acrescentou acreditar que a eleição ainda não está definida e que, a partir do debate, muitos eleitores podem ter decidido finalmente em quem votar.
O candidato lembrou o que ocorreu com a sua própria candidatura no 1º turno, quando ele saiu de 5% no dia do debate da TV Mirante, para mais de 21% após a apuração dos votos.
“É uma eleição completamente indefinida. Eleição só se sabe o resultado depois que abrem as urnas, o primeiro turno foi uma grande demonstração disso”, ressaltou.
Na opinião de Edivaldo Júnior, por meio do debate eleitores indecisos devem ter definido seus votos.
“O debate é importante para poder a população tirar a dúvida, se é que ainda existe dúvida. Muitos decidem o seu candidato antes, mas o debate serve para poder também aqueles que estão indecisos fazer a análise dos dois candidatos para poder formar sua opinião”, concluiu.
O Estado