quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Governo manda espião para reunião de militares na Assembleia Legislativa

Deputado Sousa Neto
Deputado Sousa Neto
Um situação, no mínimo, absurda ocorreu, nesta terça-feira (18), durante reunião proposta pelo deputado Sousa Neto (PROS) com representantes associações e entidades dos militares, na sala das Comissões,da Assembleia Legislativa do Maranhão.
Um espião, que é membro do serviço de inteligência do Corpo de Bombeiros, foi flagrado registrando, ilegalmente, com vídeos e fotos, as conversas e identificando os presentes no encontro.Ele estava a mando do governo Flávio Dino, que tenta censurar e intimidar a policiais e bombeiros militares que se declaram contra a atual gestão.
Na ocasião, o ‘espião’, admitiu estar cumprindo ordens e que estava a serviço da inteligência. Os militares partiram para cima dele e alguns tiveram que ser contidos pelos próprios colegas. A Segurança da Casa foi acionada.
Indignado com a situação, o deputado Sousa Neto se manifestou“Aqui, nesta sala, estava reunido a portas fechadas com meus convidados, e tivemos nossa privacidade invadida a mando do secretário Jefferson Portela e do governador Flávio Dino. Vamos cobrar que o caso seja devidamente apurado. Não podemos permitir que mais um ato covarde e criminoso deste governo, fique impune. O que temos visto é um verdadeiro cerceamento dos direitos dos policiais e dos bombeiros, usando o Sistema de Segurança Pública para intimidar quem critica a atual administração”, apontou.
Sousa Neto afirma ainda que vai continuar levantando a bandeira dos militares, que até agora não nunca foram ouvidos pelo governador da ‘Mudança’. “Como parlamentar de oposição, vou continuar cobrando desse Governo Comunista que garanta condições dignas para os militares. Eles merecem respeito e atenção, e principalmente que Flávio Dino cumpra com o que prometeu, ainda em campanha. Hoje, o que vemos são profissionais desmotivados e uma violência sem controle em todo o Estado”, citou.