sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Servidores realizam ação em defesa dos institutos federais

Pró-reitora de Gestão de Pessoas Valéria Martins e servidores da reitoria

Servidores da Reitoria do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) promoveram, nesta quinta-feira (29), uma ação de panfletagem no bairro do São Francisco, em São Luís, marcando o início da mobilização nacional em defesa da educação pública e dos institutos federais, idealizada durante a última Reunião dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica (REDITEC), em Vitória/ES. Na reunião, os gestores construíram a Carta de Vitória, em que se posicionam sobre a atual situação política do Brasil.
O documento que originou a mobilização questiona pontos como a Medida Provisória 746, que reestrutura o Ensino Médio no país (participe da consulta pública no site do Senado Federal); a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que impõe um teto ao crescimento dos gastos públicos, impactando diretamente nos recursos para a educação pública; o Projeto de Lei 257, que retira direitos dos trabalhadores; o quadro orçamentário e financeiro de 2016; e a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2017.
Segundo a professora Virgínia Freire, assessora de Relações Internacionais do IFMA e uma das participantes da última reunião da REDITEC, a ação desta quinta foi apenas o primeiro momento de um movimento que conta com a adesão de outros institutos federais. “A mobilização é nacional e em defesa da educação pública e da sobrevivência da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica”, pontua. Além dessa ação da Reitoria, a comunidade de todos os campi também foi convidada a promover atos que estimulassem a reflexão sobre os pontos da carta.