segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Concurso para procurador atraiu quase 6 mil pessoas




Quase seis mil candidatos se submeteram às provas objetivas aplicadas na capital, na manhã deste domingo (4), para preenchimento de 30 vagas no cargo de procurador do Estado.
Nesta primeira etapa, as provas objetivas tiveram duração de cinco horas. Nos locais de prova, os portões se abriram às 8h e fecharam às 8h30. Ao todo, serão quatro fases: provas objetivas e subjetivas; prova oral e prova de títulos. Todas as etapas serão realizadas apenas em São Luís. O concurso para procurador foi autorizado pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Gestão e Previdência (Segep). A Fundação Carlos Chagas é a organizadora responsável pelo certame, para o qual se inscreveram 5.949 candidatos.
O concurso é destinado a bacharéis em Direito com inscrição devidamente comprovada na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O vencimento do cargo, de R$ 19.955,40, chamou a atenção de muitos profissionais da área. 
De acordo com a Segep, o concurso para procurador do Estado é uma das várias medidas adotadas pelo governo estadual para garantir serviços públicos de qualidade à população. “O governador Flávio Dino está comprometido e empenhado em melhorar os indicadores do Maranhão. Este é mais um passo que damos, dentro das nossas possibilidades, para melhorar a prestação de serviços públicos”, ressaltou a secretária de Gestão e Previdência, Lílian Guimarães.
Próximas etapas

Após as provas objetivas, aplicadas neste domingo, o concurso prossegue com provas subjetivas no dia 13 de novembro, e provas orais entre os dias 15 a 19 de fevereiro. A primeira etapa tem caráter eliminatório e classificatório. O concurso para procurador é válido por dois anos, e pode ser prorrogado por igual período.