sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Agentes de limpeza de São Luís podem entrar em grave nos próximos dias


Resultado de imagem para agentes de limpeza são luís
O prefeito Edivaldo Holanda Jr pode enfrentar mais um problema na semana que antecede as eleições municipais. Isso porque os agentes de limpeza de São Luís estão reivindicando por melhores condições de trabalho e ameaçam paralisar as atividades nos próximos dias caso as suas insatisfações não sejam atendidas. Com a paralisação, o recolhimento do lixo em ruas e avenidas da cidade deve ficar comprometido. Ontem já havíamos noticiado que os agentes de endemias também ameaçam parar por conta do vale-trasporte que não está sendo pago.
A situação dos agentes de limpeza foi denunciada ontem por esses profissionais que também participaram da mobilização nacional dos trabalhadores. Eles se concentraram em frente à sede da empresa São Luís Engenharia Ambiental (Slea), no Distrito Industrial, e paralisaram as atividades neste dia.
De acordo com Honésio Máximo, presidente do Sindicato dos Empregados das Empresas de Asseio e Conservação (SEEAC), os agentes de limpeza estão sendo constantemente humilhados no exercício de suas atividades. Uma das principais reivindicações da categoria atualmente é a jornada de trabalho excessiva, que ultrapassa as oito horas diárias.
“Tem gente que pega o serviço 8h e apenas larga às 20h. No dia seguinte tem que fazer a mesma coisa, em uma escala de 12horas por 12horas”, disse Honésio Máximo. O parcelamento do valor do vale transporte em três vezes, quando deveria ser pago de forma integral, também está sendo alvo de reclamação por parte dos funcionários.
Diante dessa situação, os agentes de limpeza ameaçam paralisar as atividades nos próximos dias, caso essa situação não seja resolvida o quanto antes. “A situação está muito complicada para todos nós”, completou Moreira.