terça-feira, 9 de agosto de 2016

UFMA assina convênio para reforçar a segurança no Campus


     
    Foto UFMA assina convênio para reforçar a segurança no Campus
    A reitora Nair Portela e o secretário de Segurança Pública do Estado, Jefferson Portela, assinaram na tarde desta segunda-feira, 08, convênio para garantir a atuação da Polícia Militar na Cidade Universitária. A presença de equipes da PM nas instalações da UFMA deve começar imediatamente.
    O convênio prevê diversas ações para viabilizar a segurança ostensiva e preventiva da Polícia Militar no Campus do Bacanga, atuar junto à equipe privada da UFMA, realizar rondas em locais vulneráveis e de alto risco e monitorar os espaços físicos da Instituição. A UFMA disponibilizará o apoio logístico e técnico para a Polícia Militar, fornecendo as informações necessárias para o desenvolvimento das atividades de inteligência; oferecerá programas de capacitação para os policiais, além de apoiar, institucionalmente, o Programa de Redução do Uso de Drogas.
    O secretário anunciou durante o ato, a transferência da unidade do 1º Batalhão da PM, que funcionava no Outeiro da Cruz, para a sede do SAISP, na Avenida dos Portugueses, próximo ao Campus. “A transferência vai garantir o reforço da segurança, não só aos alunos e funcionários da UFMA, mas de toda a população do seu entorno”, assegurou.
    A reitora disse que a maior parte da comunidade universitária apoia a presença da PM nos domínios da UFMA. “Estamos concretizando uma parceria que resultará em benefícios para todos. Não é possível conviver com a violência em um espaço de formação e libertação, como é a Universidade. Esta é uma preocupação nacional. A Instituição quer amadurecer e melhorar sua política de segurança na busca por caminhos de garantí-la, sem descaracterizar o ambiente universitário. Além da presença da Polícia Militar, vamos melhorar a iluminação da Cidade Universitária e estabelecer medidas que visam controlar o acesso às dependências por pessoas que não pertencem à comunidade acadêmica”, esclareceu.
    Na última sexta-feira, o estudante Kevin Rodrigues Ribeiro, 22 anos, do curso de Bacharelado Institucional em Ciência e Tecnologia, foi morto a golpes de faca em um banheiro do Centro de Ciências Humanas - CCH. A polícia prendeu na madrugada desta segunda-feira, quatro pessoas e uma delas, Mailton Irapuã Cardoso, confessou a autoria do crime. As investigações apontam para tentativa de latrocínio.
    CONSUN aprova – Em reunião extraordinária realizada na manhã desta segunda-feira, o Conselho Universitário aprovou por ampla maioria dos conselheiros os termos do convênio entre a UFMA e a Secretaria de Segurança Pública.
    O estudante do curso de Direito, Aristóteles Lima, se pronunciou favorável à atuação da Polícia Militar nas dependências da Universidade.  “Frente à violência que temos que encarar cotidianamente, a UFMA precisa garantir a segurança local de alguma forma. Ainda que haja resistência por parte de alguns, quanto à presença da Polícia na Universidade, essa ação pode ajudar a garantir mais tranquilidade, sobretudo para os estudantes, os mais vulneráveis as ações violentas”.
    Além de tratar a questão da segurança dentro da Universidade, o CONSUN discutiu sobre o regulamento disciplinar do corpo discente da Universidade Federal do Maranhão.  Foram destacados o cumprimento do capítulo III e capítulo IV da Resolução Nº 238, que tratam, respectivamente, Dos Direitos e Deveres do Corpo Discente e Das Proibições e Responsabilidades.
    Ao final da reunião foi formada uma comissão composta por representantes dos alunos, professores, servidores, do Colégio Universitário e das associações de moradores dos bairros adjacentes a UFMA, que irão discutir políticas de segurança voltadas para a Universidade. Outra medida tomada na reunião foi à suspensão, por tempo indeterminado, de festas dentro da Instituição, até posterior deliberação.