quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Paço do Lumiar: Pense num prefeito cara de pau

Do Blog Mônica Alves
Volto a dizer que faltou foi óleo para tanta cara de pau do prefeito da ‘sem sorte’ cidade de Paço do Lumiar, Josemar Sobreiro (PSDB). Município faz parte da Grande São Luís.
Passados quase 4 anos de uma gestão pífia, sem obras, sem notoriedade, o chefe do Executivo resolveu ‘colocar a cara no sol’ e, sem um pingo de vergonha, está divulgando ações (?), das quais somente ele conhece.
Como na internet achamos todos os tipos de aberrações, hoje (23), encontrei uma. Abaixo uma imagem que além de me chamar a atenção, me deixou foi chocada com tamanha audácia. Era o prefeito Josemar mostrando o que já fez pela cidade e, pasmem, ‘e ainda tem mais’. Oi?!
paço-josemar
São nessas horas que podemos colocar as cartas na mesa e trazer à luz o que realmente vinha acontecendo (ou não, né) em ruas e avenidas da cidade que não teve administração.
Em matéria publicada por mim aqui no blog, no dia 24 de Junho de 2015, pude constatar (in loco), a situação de algumas ruas e avenidas. Problema sério e caótico da falta de infraestrutura.
Na oportunidade, até gravei um vídeo, para mostrar as péssimas condições primitivas das rua da cidade.
IMG_370920150624_131713
Por incrível que pareça, citei na matéria (há um ano) que a “solução” para o problema da região talvez viria esse ano, pois é eleição. “Problema da equipe de secretários do prefeito que tapa os olhos para os próprios buracos aos quais estão caindo. A solução virá quando? Ano que vem, no ano eleitoral”?
Presságio? Não! Apenas conhecimento de causa de como funciona o jeito de fazer política suja, interesseira, de mau-caratismo, da maioria desses parlamentares e gestores.
À época, denunciei, também, as condições precárias que se encontra o Residencial La Belle Park, localizado em Paço do Lumiar e que a prefeitura afirma que a obrigação da empresa de engenharia Gomes Sodré fazer reparos estruturais. Desse joga pra lá e para cá, o residencial está para afundar de tanta lama e buraqueira. Sem contar na falta de iluminação PÚBLICA, acarretando insegurança para os moradores.
Agora depende dos luminenses decidirem se continuam com uma gestão fantasma ou se tentam a sorte com algo ou alguém menos pior.
A sorte está lançada!