sábado, 2 de julho de 2016

Rose Sales garante: “tempo do PMB está garantido”

Decisão monocrática de ministra do TSE cassa os direitos do partido da vereadora, que diz já estar preparando recurso à Justiça Eleitoral


Rose Sales entre os correligionários do PMB; partido-ponte não pode ter tempo na TV...
Rose Sales entre os correligionários do PMB; partido-ponte não pode ter tempo na TV…
A ministra Maria Thereza de Assis Moura, do Tribunal Superior Eleitoral, cassou esta semana o tempo do Partido da Mulher Brasileira (PMB) na propaganda partidária.
A informação é da coluna Radar On-line.
O PMB é o partido da vereadora Rose Sales, que pode ficar sem poder participar da propaganda eleitoral gratuita, a partir de agosto.
Ocorre que o PMDB, criado no início do ano, recebeu 22 deputados federais em menos de 30 dias, e passaram a contar como bancada para efeito de tempo de propaganda.
Mas a janela partidária aberta em abril fez com que praticamente todos deixassem a legenda. Desde então, o PMB tem apenas um representante na Câmara Federal.
Em ação interposta pelo Ministério Público Eleitoral, a ministra entendeu que o partido serviu apenas de ponte para estes deputados, dessa forma não pode ser beneficiado com o tempo de propaganda.
A legenda tinha quase 3 minutos no rádio e na TV.
Para a vereadora, no entanto, o tempo do PMB está garantido.
Ela explica que a mudança, com a saída dos deputados, só valerá para 2018. De acordo com Rose, os advogados do partido já estão preparando recurso à Justiça Eleitoral.