sexta-feira, 15 de julho de 2016

PF e Ibama fazem operação pesada em nove cidades do Maranhão

A Polícia Federal (PF) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) prosseguem numa operação pesada que visa desarticular um grupo que opera na exploração de madeira ilegal no Maranhão e também no Rio Grande do Norte, em nações indígenas. Desde cedo que a PF procura o secretário de Estado do Meio Ambiente, Marcelo Coelho.
image-50
policiais amanheceram na porta de madeireiras no interior do Maranhão
A operação pesada chegou a nove cidades onde existem madeireiras que exploram a madeira ilegal das aldeias do Caru, dos índios Awa-Guajá, da reserva do Gurupi. São vários mandados de prisão preventiva, coercitiva e busca e apreensão.
No Maranhão, estão sendo destruídas as madeiras em algumas cidades como Buriticupu, Açailândia, Bom Jardim, além da suspensão da certificação de outras madeireiras aqui em São Luís, Imperatriz, Zé Doca, Alto Alegre do Pindaré, Governador Nunes Freire.