terça-feira, 12 de julho de 2016

Criação da Secretaria de Portos na área Itaqui-Bacanga é uma das metas do PPS, afirma Eliziane



A pré-candidata à Prefeitura de São Luís, deputada federal Eliziane Gama participou nesta segunda-feira (11) da edição do Programa do PPS São Luís de Verdade na Região Itaqui-Bacanga. 

Na oportunidade, Eliziane respondeu perguntas e ouviu sugestões de moradores e lideranças comunitárias da região referente ao programa de governo que está sendo construído pelo PPS para São Luís.

Eliziane Gama reafirmou o compromisso com a área Itaqui-Bacanga e anunciou que uma das metas do PPS, caso seja escolhido para governar a cidade, será criar uma Secretaria Especial de Portos para captação de recursos que serão aplicados para melhoria da qualidade de vida da população com sede na região.

“Na área Itaqui-Bacanga estão as maiores empresas, os grandes empreendimentos da cidade e um dos portos mais profundos do mundo. É por isso, que queremos criar a secretaria especial dos portos para captação de recursos que serão investidos na qualidade de vida para a população”, esclareceu.

Ela também assegurou que o partido quer uma governança solidária, em que a população participe da construção das políticas públicas e aplicação dos recursos. “A governança solidária é o governo acontecendo junto com a sociedade civil organizada”, destacou.

Os moradores da localidade parabenizaram a iniciativa do partido e pela realização do evento. “Parabéns pela iniciativa e que se eleita a senhora continue nas comunidades, pois gabinete não é lugar de gestor. O caminho para a gestão pública é o povo”, afirmou Gilson Amorim, morador do Anjo da Guarda.

O representante do movimento Hip Hop do bairro, Alcindo perguntou sobre os programas para a juventude e completou: “A deputada vir aqui, sentar e ouvir a população, mostra que tem realmente interesse de melhorar nossa cidade”.

Os moradores também questionaram sobre a situação das unidades de saúde da região e os problemas na educação. “Quero registrar a indignação da minha comunidade por causa da forma que a saúde pública está sendo tratada. A vigilância sanitária interditou a cozinha da Unidade Mista da área Itaqui-Bacanga. Se a senhora for a próxima prefeita trate a saúde de forma diferente”, relatou João Gonçalves, ex - conselheiro de saúde.

Eliziane destacou a diversidade cultural da região e disse que uma das prioridades do PPS é a valorização da cultura. Ela lamentou as condições das escolas da cidade e disse que foi informada que por falta de projeto e planejamento, a gestão municipal devolveu recursos que seriam aplicados para construção de 25 creches e 10 escolas. “O gestor precisa ser como a dona de casa, estar atento aos detalhes e trabalhar pelo bem da cidade”, enfatizou.