domingo, 12 de junho de 2016

Ética na Política!



A relação ética no contexto político, ao contrário do que se imagina, não é algo inerente e particular apenas de políticos, de candidatos ou de partidos políticos, mas principalmente de nós eleitores, que somos os responsáveis por nosso voto, e nesse sentido, não podemos fazer dele uma moeda de troca. A ética é um componente essencial para a integridade eleitoral, ela é um dos elementos que define a qualidade de uma eleição. Sendo assim, em uma campanha política a flexibilização de conversas e discursos é um fator importante para o processo, no entanto, pode levar a algumas divergências e incompatibilidade de idéias e opiniões, o importante nesse sentido, é manter sempre a ética, respeitando as posições contrárias dos adversários, e isso serve tanto para os candidatos, como para os eleitores. Mas infelismente, durante a campanha eleitoral nem sempre é o que acontece, os candidatos tantam, a todo custo derrubar ou denegrir a imagem do seu opositor, assim também como alguns eleitores são coniventes com as difamações entre candidatos, e toda essa provocação e exposição, é tão somente para vencer a eleição a qualquer custo, deixando de lado a ética e desqualificando o processo eleitoral. Entretanto, é notório que a ética não pode ser dissociada da política, ambas se completam reciprocamente em relação a justiça, a moral, a igualdade e a legalidade no tocante ao comportamento da Pessoa Humana e do Cidadão.