terça-feira, 24 de maio de 2016

Pedro Fernandes faz apelo ao Governo Federal por mais segurança pública nos estados

Pedro Fernandes fez apelo para que o Governo Federal veja a segurança pública com mais determinação
Pedro Fernandes fez apelo para que o Governo Federal veja a segurança pública com mais determinação
O deputado Pedro Fernandes (PTB-MA) usou a tribuna da Câmara na tarde desta segunda-feira (23), para pedir ao Governo Federal mais atenção às questões da segurança pública nos Estados, principalmente, no Maranhão.
“O país vem acompanhando as notícias da última semana sobre a onda de violência que se espalhou na cidade de São Luís, capital do Maranhão. Venho aqui reafirmar que é preciso que o Governo Federal ajude os estados a resolver o problema da segurança. Estamos argolados com uma dívida pública. Precisamos dar uma moratória nessa dívida para o Estado poder investir na segurança pública. Esse é um contingente baixo, não dá conta de bandidos nas ruas. É preciso políticas, claro, de inclusão social, mas é preciso combater essa violência que está sendo comandada de dentro dos presídios”, justificou.
A cidade de São Luís vem sendo alvo de ataques a ônibus nas últimas semanas. Até o momento, já foram 16 ônibus incendiados, mais oito tentativas frustradas e alguns veículos parcialmente queimados. A Secretaria Estadual de Segurança Pública informou que os atentados estão sendo ordenados de dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas.
“Fica aqui o meu apelo a este Governo para que veja a segurança pública com mais carinho, com mais determinação e que voltemos aos projetos para segurança pública, inclusive aumento de salário para os militares”, disse o parlamentar.
Nesta semana, 128 homens da Força Nacional de Segurança chegam a São Luís para auxiliar no combate à violência na cidade.
Discurso deputado Pedro Fernandes:
O SR. PRESIDENTE (Carlos Manato) – Concedo a palavra ao Sr. Deputado Pedro Fernandes, pelo PTB do Maranhão, que disporá de 1 minuto.
O SR. PEDRO FERNANDES (Bloco/PTB-MA. Sem revisão do orador.) – Sr. Presidente, quero registrar essa onda de violência que o País acompanhou na capital do meu Estado, tocando fogo em ônibus.
Volto a reafirmar que é preciso que o Governo Federal ajude os Estados no problema da segurança pública. Estamos argolados com uma dívida pública. Precisamos dar uma moratória nessa dívida pública para o Estado poder investir na segurança pública. Esse é um contingente baixo, não dá conta de bandidos nas ruas. É preciso políticas, claro, de inclusão social, mas é preciso combater essa violência que está sendo comandada dentro dos presídios.
Fica aqui o meu apelo a este Governo para que veja a segurança pública com mais carinho, com mais determinação e que voltemos aos projetos para segurança pública, inclusive aumento de salário para os militares.