sexta-feira, 15 de abril de 2016

TJD concede efeito suspensivo e Rodrigo está liberado para enfrentar o Fluminense



Zagueiro vai reaparecer na decisão
Rodrigo está liberado para jogar o clássico decisivo da Taça Guanabara contra o Fluminense. O Vasco foi informado nesta sexta-feira de que o Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) aceitou o pedido de efeito suspensivo do zagueiro, que tinha recebido um jogo de punição por indisciplina em disputa com Guerrero no clássico com o Flamengo, pela quarta rodada, em Brasília. A expectativa do clube é de que o órgão publique a decisão em seu site oficial nas próximas horas. A presença do capitão no jogo, por outro lado, ainda depende de recuperação de lesão. 

-Tive a informação de que o efeito foi concedido e será publicado ainda hoje. Ele está liberado para o clássico - disse o vice-presidente jurídico vascaíno, Paulo Reis. 

A punição no TDJ-RJ aconteceu em julgamento polêmico na última terça-feira. Rodrigo foi suspenso ao ser enquadrado no artigo 258 (Assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportivo não tipificada pelas demais regras deste Código - pena: um a seis jogos de suspensão) por provocar Guerrero na partida que terminou empatada por 1 a 1, enquanto o atacante do Flamengo foi absolvido no artigo 254-A (Praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente - pena: quatro a 12 partidas de suspensão). 

A participação do capitão na partida, entretanto, ainda é incerta por conta de uma lesão muscular na coxa. Substituído por Rafael Vaz no intervalo da partida contra o Madureira e diante do Remo, Rodrigo tem feito tratamento intensivo em Manaus para ser liberado pelo departamento médico. Nesta sexta, ele ainda não participará das atividades com o restante do grupo, assim como Julio Cesar. 

Com 14 pontos, Vasco é o segundo colocado da Taça Guanabara e precisa da vitória para garantir o título e a vantagem nas decisões do Carioca. O Flu lidera no saldo de gols: 8 a 5. O clássico está marcado para domingo, às 16h (de Brasília), na Arena da Amazônia, em Manaus. 

Fonte: GloboEsporte.com