domingo, 17 de abril de 2016

Maioria da bancada maranhense vota pelo impeachment

Voto do ex-governador José Reinaldo Tavares – que era tido como da conta do governador Flávio Dino – surpreendeu meios políticos maranhenses e desempatou em desfavor de Dilma


José Reinaldo ignorou os apelos de Flávio Dino e votou contra Dilma
José Reinaldo ignorou os apelos de Flávio Dino e votou contra Dilma
Dez deputados federais maranhenses votaram pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff, neste domingo, 17.
O vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP), cumpriu o acordo fechado com o governador Flávio Dino (PCdoB0 e confirmou a mudança de voto, se posicionando contra o afastamento de Dilma.
Surpreendeu o voto do ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB), que era posto na conta do governador Flávio Dino (PCdoB).
– Peço desculpas ao governador Flávio Dino, mas não posso votar contra, depois de tudo o que passei – relembrou Tavares, para posicionar-se contra Dilma.
Votaram pelo impeachment os deputados Alberto Filho (PMDB), André Fufuca (PP), Cleber Verde (PRB), Eliziane Gama (PPS), Hildo Rocha (PMDB), João Castelo (PSDB), José Reinaldo Tavares (PSB), Juscelino Filho (DEM), Sarney Filho (PV),  e Victor Mendes (PV).
Contra o impeachment se manifestaram Aluisio Mendes (PTN), João Marcelo (PMDB), Júnior Marreca (PEN), Pedro Fernandes (PTB), Rubens Júnior (PCdoB), Waldir Maranhão (PP), Weverton Rocha (PDT)) e Zé Carlos (PT).