sábado, 23 de abril de 2016

Com cinco desfalques, Ruy Scarpino testa mudança tática no Moto Club


Para o clássico contra o Maranhão, pelo Campeonato Maranhense, o Moto terá mudanças no esquema tático. O treinador Ruy Scarpino não conta com cinco titulares por conta de suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Sem poder contar com o lateral-esquerdo Chico Bala, os volantes Robson Simplício e Felipe Dias, e os atacantes Tety e Jefferson, o treinador fez testes durante a semana e o time titular deve ser confirmado na tarde desta sexta-feira em mais um treino no CT Pereira dos Santos.
Moto Club treinando no CT Pereira dos Santos (Foto: Welliandrei Campelo / Moto Club)Moto Club treinando no CT Pereira dos Santos para clássico de domingo (Foto: Welliandrei Campelo / Moto Club)
Do 4-4-2, o Moto pode jogar no 3-5-2, o que seria inédito neste Estadual. A trinca defensiva testada contou com Wanderson, Hismael e a novidade Denilson. Na ala pela direita, Portella deve ser escalado. Os volantes serão Curuca e Anderson Braz. Na esquerda, o atacante Breno foi testado. Para esta função, o time tem ainda Jefferson Abreu. Ruy testou também o time com os meias Kléo e Marcos Paullo, com apenas William no ataque, e depois colocou Mauro Santos ao lado de William e deixou Marcos Paullo como articular principal.
Diante de tantos testes, o treino desta sexta-feira vai servir para confirmar a escalação motense para o clássico de domingo, às 16h, no Castelão. O time precisa apenas de um empate para garantir a primeira colocação do Grupo A, uma vez que já confirmou sua classificação desde a rodada anterior na qual venceu, por 3 a 1, o Cordino. O Moto tem nove pontos em três jogos, sendo assim uma equipe com 100% de aproveitamento.