sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Helena Duailibe condiciona saída do PMDB a decisão de Edivaldo Júnior

Helena Duailibe coloca futuro nas mãos do prefeito
Helena Duailibe coloca futuro nas mãos do prefeito
A secretária municipal de Saúde de São Luís, vereadora Helena Duailibe (PMDB), condicionou uma eventual saída do seu partido político á decisão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT).
Helena é o nome mais cotado, até o momento, para compor a chapa majoritária do pedetista nas eleições de outubro deste ano. Tanto que foi justamente o argumento utilizado pela ala do PMDB que defendia, até o mês de dezembro do ano passado, a composição entre o PDT e o PMDB para a disputa eleitoral.
A gestora também teve o seu nome especulado em outros partidos como o PCdoB, do governador Flávio Dino, para uma possível composição com o PDT e indicação do cargo de vice na chapa majoritária.
Apesar disso, a secretária afirmou que permanece no PMDB. “Eu estou no PMDB e quem vai decidir se vou sair ou ficar é o prefeito Edivaldo Holanda Júnior”, disse.
A declaração da peemedebista, contudo, indica possível saída no futuro, da legenda. Isso porque o PMDB já trabalha com a possibilidade de candidatura própria para as eleições de outubro.
Os nomes do vereador Fábio Câmara (PMDB), principal opositor de Edivaldo na Câmara Municipal, e de André Campos (PMDB), superintendente da Funasa no Maranhão, são alguns dos possíveis candidatos a prefeito de São Luís. A ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), rejeita, até o momento, candidatura ao Executivo.
Com a falta de espaços na legenda para uma possível composição de chapa ao lado de Edivaldo, Helena Duailibe pode acabar optando por deixar a sigla e seguir outro projeto político.
Decisão – Em comunicado oficial, a secretária de saúde afirmou que já tomou uma decisão para o pleito de outubro. Ela não disputará mais reeleição a uma cadeira no legislativo.
“Pretendo continuar no cargo de secretária municipal da Saúde e não mais concorrer ao cargo de vereadora”, disse.
Helena deve apoiar o marido, o ex-deputado estadual Afonso Manoel (PMDB), à disputa de uma vaga na Câmara Municipal de São Luís.
Mais
Apesar de integrar o primeiro escalão da administração municipal de SãoLuís desde fevereiro de 2014, ano em que houve eleição para o Governo do Estado, a vereadora Helena Duailibe não deixou de participar das agendas internas do PMDB. No mês de outubro do ano passado, por exemplo, ocasião da eleição para a presidência do diretório estadual do partido, ela compareceu ao lado de lideranças da sigla como os senadores João Alberto e Edison Lobão, a ex-governadora Roseana Sarney, deputados federais, estaduais e vereadores de vários municípios da sigla.