quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Em agenda na capital, ministro das Comunicações entrega outorga à TV Educativa da UFMA e recebe projeto técnico de Canal da Cidadania



O ministro das Comunicações, André Figueiredo, cumpriu, nesta quinta-feira (14), uma extensa agenda de compromissos, em São Luís, atendendo ao convite do presidente do Diretório Estadual do PDT no Maranhão e deputado federal, Weverton Rocha. A maratona começou no Auditório Central da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), onde participou de um debate que avaliou o processo da comunicação brasileira. O evento contou com a participação do deputado federal e vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão, da reitora da UFMA, Nair Portela, representantes dos governos municipal e estadual, do setor de radiodifusão e sociedade civil.

Em sua fala, o ministro André Figueiredo revelou que o estado receberá, até 2017, 29 rádios comunitárias. Ainda como parte das ações do Ministério, 16 municípios maranhenses serão contemplados com novas rádios FM. Ele ainda garantiu trabalhar no avanço da qualidade do recebimento de dados móveis 3G/4G nos municípios maranhenses, especialmente, em Balsas, cidade que se destaca pelo setor do agronegócio. “Desde que assumi o Ministério, há três meses, tenho sempre encarado a missão como a última. As comunicações evoluem de maneira rápida. Estamos na luta para construir um modelo de comunicação que o Brasil tanto precisa”, afirmou.

Na ocasião, o deputado federal Weverton Rocha pediu uma atenção especial do ministro para as rádios comunitárias, além da qualidade do serviço de telefonia móvel, e colocou o seu gabinete à disposição dos profissionais da radiodifusão na luta por melhorias na área. “Hoje, muitos povoados e centros dos nossos municípios, não têm se quer sinal de telefonia móvel, quanto mais internet. Agora, com um ministro parceiro do estado, o Maranhão entrará na pauta das comunicações. Nosso gabinete, em Brasília, será uma embaixada na busca por conquistas para as rádios comunitárias e avanços na internet”, disse o pedetista.

André Figueiredo também participou da solenidade de descerramento da placa de outorga da TV Educativa da UFMA. “A partir desse instrumento, todo conhecimento criado pela instituição poderá ser compartilhado com milhões de brasileiros de todo o país”, pontuou.

Para Nair Portela, reitora da UFMA, a outorga representa um novo momento de conquistas para a educação maranhense. “Com esse canal, todo público da Universidade poderá acompanhar com maior facilidade todas as ações científicas e culturais da Universidade", frisou a reitora, que agradeceu, publicamente, o empenho do deputado Weverton no avanço do processo de outorga.

Depois de cumprir agenda no Campus Federal, André Figueiredo foi recebido pelo prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, no Palácio La Ravardière. Na oportunidade, Edivaldo Holanda apresentou o projeto técnico para concessão da outorga do Canal da Cidadania de São Luís. “A prefeitura, em breve, terá uma TV própria, uma nova ferramenta, um novo canal, para divulgar ações e campanhas educativas, com focos em temas relevantes”, declarou Edivaldo.

Segundo André Figueiredo, São Luís é a primeira capital do Brasil a requerer um Canal da Cidadania. “São Luís é protagonista nesta história. A atual gestão está comprometida em garantir a inclusão social e digital”, acrescentou.

Na última atividade do dia, o ministro André Figueiredo e o governador do Maranhão, Flávio Dino, assinaram, no Palácio dos Leões, ato de intenções de cooperação técnica, abrangendo atividades de pesquisa, desenvolvimento, formação e treinamento de recursos humanos, bem como a transferência de tecnologias.


O governador Flávio Dino ressaltou a importância da universalização da internet para o estado. “O Maranhão necessita de um olhar diferenciado para que os desafios, da carta à internet, possam ser preenchidos no estado. Junto com a presidente Dilma Rousseff e seus ministros mostramos um estilo de governar que é  baseado na parceria”, concluiu.