segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Prefeito de Anajatuba paga salário de dezembro e 13º antes das festas de final de ano

Prefeito Sydinei Pereira superou crise pagou funcionalismo
Prefeito Sydinei Pereira superou crise pagou funcionalismo
A crise econômica que atinge as contas do Governo Federal, gerando previsão de déficit primário de R$ 30,5 bilhões para 2016, vem preocupando a classe política. Os donos de mandato eletivo já entraram em consenso que, se em âmbito federal a situação é crítica, nos estados e municípios a situação é ainda mais grave.
No Rio Grande do Sul, por exemplo, o parcelamento dos salários dos servidores de várias categorias a um limite de R$ 500 por parcela, dá a demonstração clara da gravidade da situação. Entretanto, na contramão da maioria das capitais e municípios brasileiros, que estão com os serviços essenciais afetados por conta da instabilidade econômica, ocasionada pela crise política, na quinta-feira(23), o prefeito de Anajatuba, Sydnei Pereira, conseguiu pagar o salário do mês de dezembro e, ainda, a segunda parcela do 13º salário do funcionalismo municipal.
“Por conta do caos administrativo, desde que assumimos o comando da prefeitura, ainda no dia 13 de outubro, enfrentamos muitas intemperes, no entanto, junto com os nossos técnicos, trabalhamos duro e tivemos que adotar algumas medidas antipáticas, confesso, porém necessárias para amenizar a situação deixada pelo nosso antecessor e, assim, conseguir cumprir com as nossas responsabilidades, entre elas, pagar em dias o nosso quadro de funcionários”, assinalou o prefeito.
Nos últimos 60 dias, o prefeito precisou atuar em várias frentes, com destaque para as áreas de saúde, educação e infraestrutura. Na saúde, por exemplo, além da contratação de novos profissionais, Sydnei Pereira foi agraciado pelo Governo do Estado com um odontomóvel e, ainda, alugou uma ambulância semi-intensiva e abasteceu a farmácia básica, propiciando uma melhora significativa no serviço prestado aos anajatubenses. Várias outras ações deverão ser implementadas no início de 2016.