segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Maranhão lidera ranking de crimes contra a gestão pública

O Estado do Maranhão lidera ranking nacional com mais prefeitos que cometeram crimes de diversos tipos. No total, são 754 casos de investigação. Em Seguida vieram os Estados da Bahia, com 508 casos, Piauí (439), Pernambuco (294) e Minas Gerais (264), Ceará, com 263.
O alto índice de inquéritos em tramitação contra gestores municipais fez o Maranhão ser o líder geral e isolado com 1.028 casos, ou cerca de 11% do total nacional. Em segundo lugar aparece Minas Gerais, com 681 inquéritos em andamento.
A Polícia Federal, atualmente, tem analisado 9,4 mil inquéritos sobre desvios recursos públicos, em todo o Brasil, incluindo corrupção ativa e passiva, peculato, cartel ou fraude a licitações e superfaturamento de obras públicas. Os desvios investigados chegam a R$ 39,5 bilhões em contratos da administração pública.
Veja abaixo o ranking dos Estados com mais suspeitas de crimes cometidos por prefeitos:
1º – Maranhão: 754 casos
2º – Bahia: 508 casos
3º – Piau: 439 casos
4º – Pernambuco: 294 casos
5º – Minas Gerais: 264 casos
6º – Ceará: 263 casos