terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Deputado destaca na tribuna o início do Sistema Bilhete Único em São Luís



O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) registrou, na sessão desta terça-feira (15), os primeiros testes do Sistema Bilhete Único, que já está entrando em vigor na capital maranhense. “Esse sonho de milhares de ludovicenses começa a se materializar depois de ampla recuperação do transporte público que, claro, ainda está muito distante de ser aquilo que nós queremos, de ter a qualidade que nós desejamos, mas que já apresentou uma sensível melhora com a renovação de parte da frota”, comentou.

Segundo Othelino Neto, o fato merece destaque porque se trata de uma grande conquista e de um compromisso de campanha que o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, cumpre e que vai ter um impacto, extremamente, relevante na vida da população.  “Dentro dessa estratégia, dessa definição de política pública de melhorar a qualidade do transporte em São Luís, a Prefeitura conseguiu agora, finalmente, iniciar, na prática, a implantação do bilhete único que vai beneficiar, como eu já disse, milhares de ludovicenses”, disse.

Othelino afirmou também, na tribuna, que a Prefeitura de São Luís já está com a autorização da Câmara Municipal e, em breve, vai poder fazer também a licitação do Sistema Público de Transporte, o que, em sua avaliação, vai contribuir, sensivelmente, para a melhoria também do serviço, porque isso vai estabelecer um novo padrão para que as empresas possam sair vencedoras do certame.

“Então é mais um passo que o prefeito de São Luís dá no sentido de melhorar a qualidade de vida  dos ludovicenses. Isso sem contar com as ações de  mobilidade urbana, as várias intervenções que estão acontecendo no trânsito, os diversos projetos de pavimentação nos bairros, que estão sendo possíveis graças ao investimento da Prefeitura”, afirmou.

O deputado ressaltou também, na tribuna, a importante parceria entre a Prefeitura de São Luís e o governo Flávio Dino desde 1º  de janeiro, pois mais de um milhão de habitantes não poderiam continuar abandonadas pelo Estado, como foi até pouco tempo atrás, por conta de querelas políticas. “Então, percebe-se nas ruas, conversando com as pessoas mais  humildes,  um alinhamento administrativo e político entre o prefeito da cidade e o governo”, disse.

Segundo o deputado, neste ambiente de crise, é necessário somar esforços entre a Prefeitura, o governo do Estado e o governo federal, “tendo em vista que vivemos, infelizmente, um momento de dificuldade financeira intensificada por uma grave crise política nacional que espero que termine em breve, porque quem paga, com essa radicalização como está acontecendo hoje, é infelizmente a população, sobretudo as pessoas que mais carecem de políticas públicas no seu dia-a-dia”.