quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Ex-secretário de Saúde contesta denúncias de desvios de recursos públicos



O ex-secretário de Saúde do Maranhão, Ricardo Murad (foto), divulgou nota na quinta-feira (19) em que rebate as informações sobre desvios bilionários durante sua gestão no órgão. No documento, ele ressalta "trabalho, dedicação e seriedade com os recursos públicos". 

Murad é investigado na operação "Sermão aos Peixes", executada no início da semana pela Polícia Federal, Controladoria-Geral da União (CGU) e Ministério Público Federal (MPF).

"Um absurdo – completo absurdo, aliás - se imaginar que mais de um bilhão de reais tenham sido desviados de serviços médicos hospitalares da rede estadual. Isso levaria, com absoluta certeza, a que mais da metade dos hospitais do Estado não estivessem funcionando nos últimos cinco anos, porque representaria mais de 50% dos recursos aplicados no setor", diz trecho da nota.

Murad reforça  que atendeu prontamente, por determinação da Justiça Federal para prestar depoimento, com mais de 15 horas de duração, e reitera que está à disposição da Justiça, Ministério Público Federal (MPF) e Polícia Federal (PF) para novos esclarecimentos.

"Ao contrário do que se divulga, não houve superfaturamento, nem pagamentos de serviços, obras, medicamento e materiais médico/hospitalar que tenham sido pagos sem a devida prestação de serviço ou a correspondente entrega dos produtos e materiais e muito menos pagamentos de médicos e funcionários fantasmas", destaca em outro trecho da nota.