terça-feira, 13 de outubro de 2015

Servidores do judiciário maranhense cruzam os braços



Os servidores do Tribunal de Justiça do Maranhão entraram em greve, por tempo indeterminado, na manhã desta terça­-feira (13). Eles reivindicam o reajuste das perdas inflacionárias no índice de 6,3%, com efeitos retroativos a janeiro de 2015. Em São Luís, o movimento está concentrado em frente ao Tribunal de Justiça, na Praça Pedro II. Pelas comarcas do interior do estado, os funcionários, se reúnem na porta dos fóruns.

Ainda nesta terça-­feira, a assessoria jurídica do Sindjus/­MA ajuizou um mandado de segurança preventivo contra o corte de ponto dos servidores que aderirem à greve geral, além do sindicato ter pedido a suspensão dos prazos processuais.

De acordo com o Sindjus, durante todo o tempo da greve, somente o efetivo de 30%, obrigatório por lei, estará de serviço, e mesmo assim somente para atendimento de serviços essenciais, como direito à vida de liberdade. Nesse contingente estão inclusos os secretários judiciais e assessores comissionados, que também fazem parte do quadro de servidores.