sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Pivô do Sampaio Corrêa Basquete aposta em rápido entrosamento da equipe



A equipe do Sampaio Corrêa já começou a preparação para a sua primeira temporada na Lida de Basquete Feminino (LBF) – temporada 2015/16. O torneio nacional ainda não tem data definida para começar, mas deverá ter início em novembro. Por isso, o momento para a equipe é de treinar muito em busca de um bom entrosamento quando a bola finalmente subir. Apesar de ter pouco mais de um mês de treinos antes da estreia na LBF, a pivô Nádia Colhado acredita que a equipe vai conseguir superar o período de treinamentos e vai conseguir se entender dentro de quadra o mais rápido possível.

Para a pivô do Sampaio Corrêa Basquete, o diferencial na preparação da equipe é o fato das jogadoras do elenco tricolor já terem atuado juntas na Seleção Brasileira, o pode acelerar o entrosamento com a camisa do Sampaio.

“A maioria sempre joga junto em Seleção. Eu, Iziane, Karina, Ramona, a maioria. Então, acho que isso vai contar muito para o entrosamento da equipe”, destacou a pivô de 1m97.

Por isso, nada de temer falta de entrosamento na estreia da LBF. Nádia acredita que é possível mostrar um trabalho em equipe muito bom logo nos primeiros jogos. “Pode ser que o entrosamento seja bom. A nossa equipe ainda não está completa para os treinamentos, mas vai chegando aos poucos. Espero que desde o início do campeonato o time esteja entrosado”.

Expectativa

Jogar pelo Sampaio Corrêa Basquete tem tudo para ser inesquecível para a Nádia Colhado. Feliz com a oportunidade em atuar sempre com casa cheia, a pivô destaca a importância do torcedor maranhense durante as partidas.

“Minhas expectativas são as melhores possíveis e agora, sendo um time de futebol, acho que vai lotar ainda mais o ginásio e, mesmo quando não era, nunca havia visto uma torcida tão grande, tão fanática pelo basquete. Acho que este ano vai ser melhor ainda”, concluiu a jogadora do Sampaio Corrêa Basquete.

Vale destacar que o Sampaio Corrêa Basquete montou uma boa equipe para a disputa da próxima edição da LBF. Além da pivô Nádia Colhado, o time tricolor contará a lateral maranhense Iziane Castro, a ala Palmira Marçal (ex-Americana), a pivô Karina Jacob (ex-São José), a ala Ramona (ex-São José), a ala/pivô Carina Felippus (ex-Santo André), a pivô Fernanda Bibiano (ex-Ourinhos), a armadora Erica Wheeler (ex-Sport Recife), Crystal Bradford (WNBA) e a ala/armadora Cacá. O comando técnico ficará a cargo da cubana Lisdeivi Pompa.

O Sampaio Corrêa Basquete tem o apoio do governo do Estado do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel), e patrocínio da Companhia Energética do Maranhão (Cemar) e SuperBolla.