quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Deputado propõe criação da zona franca metropolitana de São Luís

Deputado Adriano Sarney / Agência Assembleia
Deputado Adriano Sarney / Agência Assembleia
O deputado Adriano Sarney (PV) defendeu a ampliação do debate sobre a criação da zona franca de São Luís, estendendo a área de abrangência para todos os municípios da Região Metropolitana e também Bacabeira. A proposta foi anunciada em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (28).
O assunto será debatido em audiência pública da Comissão de Assuntos Econômicos da Assembleia, que é presidida por Adriano Sarney, no mês de novembro, convidando o deputado federal Sarney Filho, autor do Projeto de Lei 11/39/15, apresentado na Câmara dos Deputados em abril deste ano, que propõe a criação da zona franca de São Luís.
Também será convidado o senador Roberto Rocha (PSB-MA), autor do Projeto de Lei do Senado 319/15, de maio deste ano, que também propõe a criação da zona franca de São Luís. De acordo com Adriano Sarney, também serão convidados à audiência pública representantes do Governo do Maranhão e também do Ministério da Indústria e Comércio.
Em seu discurso, Adriano Sarney falou das vantagens de ampliação da zona franca para toda a Região Metropolitana, devido aos benefícios advindos à região, com a ampliação do mercado de trabalho, com a geração de milhares de novos empregos, associada à posição geográfica estratégica da Ilha em relação aos mercados consumidores da Europa e EUA, considerando o fator logística, que integra o Porto do Itaqui, a Ferrovia Norte-Sul e a malha rodoviária do estado.
“A Ilha de São Luís está mais próxima da África, da Europa, dos EUA, do Canal do Panamá, e tem acesso ali à Ásia como um todo, mais próxima também dos Estados Unidos do que São Paulo, do que Espírito Santo, do que outros grandes portos que existem no Brasil”, ressaltou.
“Essa é a política que queremos. Não é a mudança por falar em mudança. É mudança de ações. É a mudança na prática e nós só vamos conseguir mudar o nosso Maranhão, mudar o nosso Brasil, se conseguirmos efetivamente tirar do papel o sonho dos maranhenses. E a zona franca do Maranhão, a zona franca de São Luís, é um sonho dos maranhenses, e nós temos a obrigação, dentro da Casa, de fazer com que esse sonho se torne realidade”, finalizou.