terça-feira, 13 de outubro de 2015

Deputado Junior Verde defende o Seguro Defeso na Assembleia Legislativa


mart

O deputado Junior Verde(PRB) usou a tribuna  da Assembleia Legislativa  (hoje pela manhã,13)  para repudiar a decisão do Governo Federal de suspender o Seguro Defeso para os pescadores do Maranhão. O programa foi suspenso por 120 dias através da Portaria 192, assinada por dois ministérios: Agricultura e Meio Ambiente.
Tribuna BandeiraCom a decisão, o Governo vai deixar de pagar 3 bilhões de reais para pescadores de todo Brasil.
Para o deputado, a  decisão do Governo Dilma Roussef(PT) é precipitada e equivocada, pois prejudica toda uma categoria e a cadeia produtiva da pesca.
“Quero repudiar a Portaria nº 192, que é uma decisão interministerial da agricultura e do meio ambiente, que suspendeu o Seguro-Defeso por 120 dias. Eu quero manifestar aqui de público o nosso inconformismo e a nossa defesa para com os pescadores do Estado do Maranhão e deste país”, sentenciou o deputado.
O deputado do PRB também lamentou a decisão do Governo Federal de anexar o Ministério da Pesca ao Ministério da Agricultura.
“O Ministério da Pesca  estava se consolidando no cenário nacional com grandes  projetos. A unificação dos dois ministérios, por si só, é um fato que garante um retrocesso para este País.”, afirmou
A medida atinge direto o setor da pesca no Maranhão, onde segundo dados  em menos de dez anos, o número de pescadores subiu de 6 mil para 195 mil. O deputado se defendeu  a continuação  das investigações da Polícia  Federal  que apura  esse número  assustador.
“Eu espero que seja apurado,  que a polícia possa investigar e retirar realmente aqueles que causam estranheza a esse processo e que prejudicam esse sistema.”afirmou. 
O deputado Junior Verde lamentou  também a falta de critérios do Governo Federal em não se preocupar com os impactos ambientais e econômicos provocados pela  decisão.
“O que nos causa estranheza e lamentamos ainda mais é o fato  dessa suspensão vir logo na época  da piracema – que o próprio Meio Ambiente instituiu há anos.    Período que inicia a reprodução das espécies. O que significa dizer que o pescador vai pescar as espécies ovadas e vai desequilibrar o meio ambiente”, finalizou.