quarta-feira, 29 de junho de 2016

Sampaio vence a segunda na Série B

PaioXTupi-640x427
Em noite de muita valentia, o Sampaio derrotou a equipe do Tupi por 3×1, no estádio Castelão, e conquistou sua segunda vitória na competição, marcando nove pontos na tabela de classificação.
Início de jogo amarrado, de muita marcação. As situações começaram a clarear somente depois dos 15 minutos. Primeiro com os visitantes, que chegaram forte pela esquerda, mas Rodrigo Ramos intercedeu com arrojo.
Foi a vez de Lucas Sotero começar a aparecer no jogo. Sua primeira tentativa surgiu de cabeça, após jogada de Pimentinha, mas o zagueiro salvou em cima da linha. Na sequência, um chute perigoso por cima do travessão.
O melhor ficou pra depois. Sotero cobrou o escanteio direto pro gol, ninguém cortou, e bola morreu no fundo da rede. Sim, olímpico. Estava aberto o placar no Castelão.
A torcida ainda comemorava quando Pimentinha arrastou a defesa do Tupi e mandou pra zona fatal. A defensiva mineira salvou no último suspiro.
Pimenta queria o dele, e Rafael Estevam estava disposto a colaborar com um passe teleguiado, que encontrou o atacante na entrada da área. O chute foi rasteiro, no canto, pra fora. Por um triz.
O maior volume de jogo não foi traduzido no placar, e os velhos castigos do futebol atormentaram o Sampaio no fim da etapa inicial. O empate do Tupi foi praticamente o último lance do primeiro tempo.
Não havia negociação, o Sampaio precisava utilizar os 45 minutos finais para vencer a partida, e quase marca o segundo gol com Felipe Baiano, numa cabeçada perigosa, após cruzamento vindo da esquerda. Passou perto.
A pressão continuou, e logo surtiu efeito. Edgar arrancou pela esquerda e cruzou para Pimentinha escorar pro gol. Tricolor na frente mais uma vez.
Em vantagem, mas sem acomodar, o Sampaio seguiu propondo o jogo e aumentou com o guerreiro Luiz Otávio, escorando de cabeça. 3×1. Restavam 10 minutos.
Sem muito o que fazer, a equipe do Tupi tentava, pelo menos diminuir, mas sem efetividade, pois não conseguia penetrar na retaguarda boliviana. O placar estava definido.
Sexta-feira tem mais, novamente no Castelão. O convite já este feito.
Ficha Tricolor
Rodrigo Ramos, Eder Sciola, Luiz Otávio, Wagner Fogolari e Rafael Estevam; Renan Ribeiro (Levi), Felipe Baiano e Lucas Sotero (Henrique); Pimentinha, Jean Carlos (Edgar) e Elias.
Público Pagante: 2419 Público
Total: 3210
Renda: 21.755,00

Policia Civil não aceita proposta do estado e guerra contra o governador é declarada no MA

A categoria de policia civil do estado do Maranhão decidiu iniciar o movimento conhecido por Polícia Legal. A decisão foi tomada após o encerramento da greve e a recusa em aceitar a proposta oferecia pelo governo que não cobria nem mesmo a inflação do período correspondente.
greve2De acordo com a lei, o movimento consiste em realizar as atribuições da polícia judiciária estritamente, que na atual circunstância representa na verdade uma greve. A categoria chama a atenção para a falta de estrutura de trabalho para os agentes, principalmente no interior do estado.
As represálias por parte da secretaria de segurança já se iniciaram em várias cidades do Maranhão. Em Pinheiro, por exemplo, o delegado regional tem agido rigorosamente e seguindo as ordens que lhe são dadas. Foi extinguido o regime de plantão e foi exigido que todos os policiais se apresentasse na delegacia regional, até mesmo aqueles que trabalham em cidades vizinhas ou mais distantes e caso não aparecessem iria sofrer pena de falta.
A medida foi adotada depois que investigadores e escrivães adotaram o “Polícia Legal”. Vários policiais tem se sentido coagidos e penalizados por conta da atitudes dos demais colegas.
Outra justificativa dada pelo degelado Carlos Renato de Oliveira foi o fato dos policiais terem saído de um grupo de WhatsApp da delegacia regional criado pelo próprio delegado.  A atitude foi considerado uma afronta.
A República fundada pelo governador Flávio Dino, como ele mesmo se referiu quando tomou posse, parece estar se transformando em uma ditadura.

Wellington lamenta morte de dois militares em menos de uma semana


O deputado estadual Wellington do Curso (PP) manifestou profundo pesar pela morte de dois agentes de segurança pública em menos de uma semana no Maranhão. O soldado do Corpo de Bombeiros do Maranhão Arthur Gustavo Dourado da Silva, de 25 anos, e o soldado Edelfran Caldas Silva, de 30 anos, da Polícia Militar do Maranhão. 


Dourado morreu na noite de domingo, (26), no bairro da Cohama em São Luís. O militar chegava a sua residência, quando viu suspeitos próximos a um matagal. Ao chamar o vigia da rua, os suspeitos saíram do local alvejando o militar, ele não resistiu e veio a óbito. 


“É inconcebível que jovens morram de maneira tão covarde por falta de segurança em nossa cidade, em nosso estado. O bombeiro contribuiu com suas atividades com dedicação, profissionalismo, honestidade e comprometimento para a preservação da vida do próximo, mas por causa da criminalidade, ele acabou vindo a óbito. Infelizmente essas vidas não voltarão”, lamentou Wellington do Curso.


Wellington ainda deixa os sentimentos de solidariedade e respeito pela imensa dor que, com certeza, invade a alma e dilacera qualquer entendimento de lógica. 


Outro caso


Essa é a segunda perda de um militar em menos de uma semana. No dia 17, deste mês, o soldado Caldas da Polícia Militar também foi morto durante uma tentativa de assalto a agência dos Correios de Tufilândia. Segundo a polícia, o PM foi feito de refém pelos bandidos e, após troca de tiros, foi morto. Dois assaltantes também morreram no local.

Com Prass, Neymar e Douglas Costa, Micale convoca a seleção olímpica

O técnico Rogério Micale anunciou nesta quarta-feira a lista com os 18 jogadores convocados da seleção brasileira para a disputa dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro. Destaque para a presença do atacante Neymar, do Barcelona, que ficou fora da Copa América Centenário, nos Estados Unidos, por ter optado em jogar pela inédita medalha de ouro para o Brasil. O clube catalão não liberou o jogador para a disputa de ambas as competições.
Micale convocacao Olimpiada Prass (Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press)Micale anuncia a convocação de Fernando Prass para os Jogos Olímpicos (Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press)

Os 18 jogadores convocados para defender a seleção olímpica no Rio 2016 podem não ser os mesmos que estarão à disposição do técnico Rogério Micale na estreia da equipe, no dia 4 de agosto, contra a África do Sul, em Brasília. A CBF, ainda com dificuldades nas negociações com clubes europeus, tem até o dia 14 de julho para entregar a lista final de convocados ao Comitê Olímpico Brasileiro. A CBF tem uma lista com 35 nomes, que não foi divulgada.
Anfitrião, o Brasil está no Grupo A do torneio de futebol nos Jogos Olímpicos, ao lado de África do Sul, Iraque e Dinamarca. A estreia da equipe comandada por Rogério Micale será contra os sul-africanos no dia 04/08, em Brasília, às 16h (horário local).
A seleção brasileira se apresenta ao técnico Rogério Micale no dia 18 de julho, na Granja Comary, em Teresópolis. A equipe trabalhará no local até o dia 27. Depois segue para Goiânia, onde disputará um amistoso contra o Japão, no dia 30.
TABELA convocação seleção olímpica  (Foto: Editoria de Arte)
Micale só foi confirmado como técnico da seleção olímpica após a demissão de Dunga, que acabou eliminado com a equipe principal na Copa América Centenário, nos Estados Unidos. O treinador, que terá a missão de conquistar o inédito ouro olímpico para o Brasil, deixa claro que a lista de convocados foi elaborada somente por ele. Não teve interferência de Dunga, e muito menos de Tite, que é o novo técnico do Seleção:
- Em relação ao legado do Dunga, existia um trabalho conjunto. Mas a partir do momento que assumi a seleção olímpica a autonomia para convocar passou a ser minha. Conversei com o Tite. Dei as boas vindas e há um trabalho agregado. Agora, gostaria muito de dizer que quero contar muito com o Tite junto ao meu trabalho. Tem muito a agregar. É o atual campeão brasileiro e tem toda a liberdade.
Uma das surpresas da lista foi o goleiro Fernando Prass, do Palmeiras, que não teve chances na seleção principal. Aos 37 anos, o atleta ganhou a oportunidade pela liderança que tem em seu clube, além da qualidade técnica. E recebeu muitos elogios de Micale:
- Ele tem o perfil de liderança. Peguei muitas informações sobre o que ele representa ao seu clube, é um jogador de liderança. Vem se destacando e demonstrou ser bom em penalidades. É um torneio que pode acontecer essas coisas. Agora é o perfil técnico e de liderança. Quer ganhar sempre. É isso que queremos hoje para a nossa seleção: que tenha técnica e saiba da importância de vestir a camisa da seleção brasileira. Ter amor por isso.
Rogério Micale e o Coordenador de Seleção de base Erasmo Damiani  (Foto:  Lucas Figueiredo / MoWA Press)Micale participa de coletiva ao lado do coordenador da base, Erasmo Damiani (Foto: Lucas Figueiredo/MoWA Press)

Rogério Micale também evitou entrar em polêmicas ao ser questionado sobre os críticos com a sua escolha para comandar a seleção brasileira nas Olimpíadas:
- Dependemos do resultado, que é o que vai dizer se a pessoa é capaz ou não. Mas eu me sinto preparado para realizar o trabalho. Há situações nas quais não podemos ter controle absoluto no futebol, mas vou colocar o que aprendi até aqui. Não quero calar nenhum crítico, eu tenho que focar no meu trabalho e seguir minha linha com convicção.
Uma outra questão esclarecida por Erasmo Damian, coordenador do departamento de base da CBF, é sobre os quatro nomes que ficarão como suplentes da seleção para os Jogos Olímpicos. Os jogadores não foram anunciados nesta quarta-feira, e serão conhecidos apenas no dia 14. O que é certo é que estes atletas não participarão dos treinamentos na Granja Comary, serão chamados apenas em caso de corte de algum dos convocados.

terça-feira, 28 de junho de 2016

Sampaio vai em busca da primeira vitória na Série B contra o Tupi/MG




O Sampaio precisa vencer, nesta terça-feira (28) às 20h30, no Castelão, o Tupi de Minas Gerais pela 13º rodada da Série B do Campeonato Brasileiro para amenizar a situação, que é complicada, porém, ainda reversível.
O duro é que o técnico Wagner Lopes, não tem tempo para treinar, corrigir posicionamento, exigir disciplina tática, ensaiar jogadas, buscar surpreender o adversário, infelizmente não há disponibilidade. Por isso, a conversa tem sido a estratégia mais viável, e sempre testando uma ou outra peça nova, pois o intuito é tentar encontrar uma forma de jogar pra ganhar as partidas.
O torcedor sabe que o time não vai bem, que não tem jogado da forma, em que se acostumou a ver, no entanto, não pode abandonar o time,o apoio é fundamental, até para que os jogadores sintam-se pressionados a vencer. Quem tem amor ao clube, não torce apenas nas vitórias, mas também nos momentos difíceis.
Com relação ao time, o volante Diego Lorenzi, expulso no último jogo estar fora, o atacante Edgar poderá reaparecer, são algumas das mudanças que poderão acontecer no time Tricolor.

Deputados obstruem pauta e mandam recado a Flávio Dino

Imagem meramente ilustrativa
Deputados que integram a base governista e de oposição obstruíram há pouco a votação de pautas de interesse do Poder Executivo na Assembleia Legislativa.
O ato ocorreu como uma resposta do Legislativo ao governador Flávio Dino (PCdoB), em decorrência do não pagamento das emendas parlamentares.
Dentre as pautas de interesse de Dino, havia a mensagem de autoria do Executivo, que trata da lei nº 068/2016 que dispõe sobre as diretrizes para a elaboração e execução da Lei Orçamentária 2017.
Outra matéria, em regime de prioridade, encaminhado pelo governador Flávio Dino ao Legislativo, foi o projeto de lei nº 086/2016 que dispôs sobre a designação de policiais civis aposentados para a realizçaão de tarefas por prazo certo.
Havia também na pauta o projeto de lei nº 073/2016 que dispõe sobre a transferência dos saldos credores acumulados do ICMS em decorrência de operações de exportação de mercadorias.
O recado a Dino parece ter sido dado…

O Estado inicia série de pesquisas em São Luís

escutecO jornal O Estado do Maranhão informou na edição de hoje que inicia no próximo fim de semana uma série de pesquisas de intenções de votos, do Instituto Escutec, a respeito da sucessão eleitoral de São Luís. A previsão é de que pelo menos quatro levantamentos sejam realizados divulgados até o mês de outubro.
A primeira pesquisa, já registrada na Justiça Eleitoral, será publicada, com todos os cenários, sábado.
O primeiro levantamento apresentará ao eleitorado dos cenários estimulados: um com todos os candidatos incluindo o deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) e outro sem o parlamentar.
Eliziane Gama (PPS), Edivaldo Júnior (PDT), Wellington do Curso (PP), Fábio Câmara (PMDB), Eduardo Braide (PMN), Rose Sales (PMB), João Bentivi (PHS), Valdeny Barros (PSOL) e Zeluis Lago (PPL) são as demais figuras presentes no levantamento. Essa será a primeira pesquisa que inclui pré-candidatos da chamada ultra-esquerda.
No início dos meses subsequentes: agosto, setembro e outubro, outras três pesquisas serão publicadas. Caso haja segundo turno na capital, outros dois levantamentos serão preparados.