sábado, 20 de outubro de 2018

Mais de 30 mil pessoas na festa da vitória em Pinheiro

A festa da vitória da deputada estadual eleita Dra. Thaíza, sacudiu a cidade de Pinheiro na última quarta- feira, 17. O evento arrastou mais de 30 mil pessoas para o Parque do Povão. O show começou com abertura do cantor maranhense Gerrard Lima que animou a multidão que aguardava a atração principal, Xand Avião.
A Dra.Thaiza agradeceu os mais de 51 mil votos obtidos na eleição de 2018, colocando-a como a sétima deputada mais votada em todo Estado do Maranhão. ” Obrigado Pinheiro, obrigado Baixada Maranhense, pelo voto de confiança, quero dizer que esta festa não é só minha, mas de vocês, que fizeram acontecer. Em janeiro estarei representado a nossa Baixada Maranhense na Assembléia Legislativa, meu muito obrigado Pinheiro e região” enfatizou Dra.Thaíza.
O evento contou com a presença do deputado federal reeleito, André Fufuca e o prefeito de Pinheiro Luciano Genésio, que agradeceram a presença das pessoas no evento . “Pinheiro minha cidade linda, muito obrigado pelos votos, estou muito feliz e agraciado pela confiança que ganhei na cidade de Pinheiro e assim como a Dra. Thaiza, vou representar nosso Maranhão na Câmara Federal. Meu muito obrigado Pinheiro”, disse André Fufuca em seu discurso.
” Agradeço a presença de todos que estão aqui, comemorando a nossa vitória , de levar a Dra. Thaiza pra Assembléia Legislativa pra nos representar, e ajudar a transformar a nossa cidade de Pinheiro.” finalizou Luciano Genésio.
A atração tão esperado entrou com muita animação, fazendo o X de Xand Avião o evento levou alegria e emoção, uma tração muito esperada pela população pinheirense, o show de Xand Avião relembrou grandes sucessos além de seus novos lançamentos.

Feirantes da Praia Grande vão reunir na segunda para votar estatuto e regimento



Acontecerá nesta segunda-feira, (22), uma Assembleia Geral promovida pela Associação dos Feirantes da Praia Grande, onde serão debatidos e deliberados assuntos de interesse da categoria, porém os itens principais da pauta são a apresentação, discussão e votação da readequação do Estatuto e Regimento Interno da classe.
Segundo o atual presidente Ubiracy Sampaio, conhecido como Bira,“essa assembleia e de grande importância para todos nós que vivemos e fazemos a feira da Praia Grande”. Continuando, ele enfatiza que a partir de conversações que vêm sendo mantidas há algum tempo no seio da categoria “sentimos a necessidade de fazer uma adequação do nosso Estatuto, pois o atual já se encontra defasado, e estamos vivenciando hoje uma nova realidade”.
Bira acrescentou ainda que “estamos contando com todo apoio dos nossos associados, trabalhadores da Feira da Praia Grande para que possamos obter sucesso em mais uma empreitada de avanço da nossa classe e nosso local de trabalho para poder servir bem a comunidade, como os fregueses que estão aqui diariamente, bem como os turistas, já que a nossa feira simboliza um verdadeiro cartão postal do nosso Centro Histórico”, finalizou.

De volta á zona de rebaixamento, Sampaio precisa reagir esta noite, no Castelão

Resultado de imagem para sampaio e londrinaO Sampaio enfrenta o Londrina, do ex-técnico da Bolívia, Roberto Fonseca, neste sábado (20), às 21h, no estádio Castelão com a missão de vencer o jogo a qualquer custo. Isso, porque ontem (19), o CRB venceu o Goiás por 2a0, o que trouxe o time maranhense de volta a Zona da Degola.
O time alagoano atingiu 35 pontos, saiu momentaneamente do Z-04; já o Sampaio tem 32 pontos, e pode perfeitamente chegar aos 35 pontos também, e voltar a respirar melhores ares.
No entanto, o clima e momento são favoráveis a uma vitória do Sampaio, pois a equipe se mostra equilibrada e muito fortalecida sob o comando do técnico Marcinho Guerreiro, e até mesmo, por todo apoio presencial e financeiro, que o presidente do Clube, Sergio Frota estar dando.
Mas, especialmente hoje, o torcedor boliviano terá que fazer a diferença no Castelão, depois de muito tempo ausente, é esperado um grande público – até mesmo pelo potencial que tem o Universo Tricolor. Este quando quer, sabe fazer um colorido e uma festa fantásticos.
Sobre o time, Misael está escalado e vai começar o jogo, e o melhor jogador da Bolívia neste Brasileirão, o meia Fernando Sobral estar de volta.
Desta forma, o time que jogará contra o Londrina está definido pelo técnico Marcinho Guerreiro com Andrey; Luis Gustavo, Joecio, Odair Lucas e Julinho; Adilson Goiano, William Oliveira, Fernando Sobral, Danielzinho e Misael; Uilliam Barros.

“A Oposição precisa se renovar”, afirma Adriano Sarney

O deputado Adriano Sarney (PV) será um dos quatro membros da oposição ao governo Flávio Dino (PCdoB) na Assembleia Legislatura. Seguindo para um segundo mandato, o deputado do PV vem se posicionando para assumir a liderança do grupo oposicionista na Casa a partir de fevereiro de 2019.
Além disto, Adriano Sarney também tem assumido um papel de uma das lideranças de seu grupo político que, em sua avaliação, deverá ser renovado para se encaixar no que ele considerou de novo momento político do Brasil.
Em entrevista a O Estado, parlamentar falou ainda de suas expectativas para os próximos quatro anos no Maranhão, apoio ao candidato do PSL, Jair Bolsonaro, que ele considerou ser necessário para marcar posição contra o principal adversário de seu grupo político que é Flávio Dino.
O Estado – Como fazer oposição em uma Assembleia Legislativa com uma maioria de governistas eleitos?
Adriano Sarney – Nós já fizemos uma reunião (eu e o César Pires do PV e os deputados do MDB) para falar sobre a atuação. Sabemos da importância de se ter uma oposição para a democracia e acredito que esta é a hora de mostrarmos nosso compromisso com o Maranhão fazendo um contra ponto ao governo. Agora, o que acertamos é que é necessário renovar e reciclar a oposição. E acredito que até o fim do mandato que se inicia em 2019 haverá um ajuste e acontecerá o que aconteceu nesta legislatura quando a gente começou com apenas quatro deputados na oposição e estamos terminando com cerca de 10.
O Estado – Na sua opinião, qual seria o fato que poderá levar o aumento do quadro da oposição?
Adriano Sarney – As eleições municipais de 2020, com toda certeza, mexerá no grupo de Flávio Dino. Ele com a força do poder da máquina estadual concedendo cargos públicos, recursos e privilégios agregou muita gente e deixou o grupo grande e muito diversificado com lideranças que têm seus interesses e que levarão a conflitos futuros.
O Estado – Quanto ao seu grupo político, quais as expectativas agora com o fim das eleições?
Adriano Sarney – Muitas pessoas dizem que nosso grupo irá se fundir a outro. Eu acredito piamente nisto. Neste momento, acredito que precisamos reconstruir, renovar, reciclar o nosso grupo. E esta é nossa estratégia: trabalhar o grupo nesta nova era. Precisamos de nomes novos, precisamos buscar pessoas de fora [do grupo] para a oxigenação. Mas isso, claro, não significa que não precisamos de quem já faz parte do grupo. Claro que precisamos porque a experiência é necessária. Mas além da experiência, queremos pessoas de fora da política, mas que queira entrar na política como, por exemplo, jovens empresários, estudantes, médicos, profissionais liberais de forma geral. Enfim, nós buscaremos novas lideranças na população.
O Estado – O senhor declarou voto em Bolsonaro, mas seu grupo político falou muito no primeiro turno da ligação que vocês tiveram com o ex-presidente Lula. Por que agora no segundo turno o PT não serve mais?
Adriano Sarney – Quando eu decidi de forma individual, após consultar meus correligionários, apoiar Bolsonaro, eu fiz isso para marcar uma posição. Ou seja, se o Haddad veio ao Maranhão e apoio o Flávio Dino e o vice do Haddad é do PCdoB, partido do governador, não temos como ter uma posição diferente. Somos oposição a Flávio Dino e não podemos apoiar um candidato que apoia o comunista que é nosso adversário. Agora não há uma posição fechada em nosso grupo de apoio a Bolsonaro. Muita gente tem dito que a ex-governadora Roseana Sarney fechou voto no candidato do PSL. Não é verdade. Ela fez uma reunião e lá a maioria das lideranças – incluindo eu – decidiu que votaria em Bolsonaro. Roseana não declarou isto. Ou quando falam que Sarney Filho apoia Bolsonaro ou José Sarney, também não é verdade. Então, não podemos dizer que é nosso grupo político. O que ocorreu é que os membros do grupo foram liberados para tomarem suas posições.
O Estado – Aliados do governador Flávio Dino têm afirmado que votar em Bolsonaro é votar no grupo Sarney. Esta estratégia, em sua opinião, seria com qual intenção?
Adriano Sarney – Deve ser para manter o discurso Sarney/antisarney. Só pode. Porque nunca conversei com Bolsonaro. O apoio é espontâneo. O máximo que ocorreu foi uma conversa por telefone com o presidente do PSL no Maranhão, Chico Carvalho. Mas nada além disto. Não estou barganhando e nem trocando apoio. Declarei voto em Bolsonaro como forma de marcar posição no maranhão.
O Estado – Quais as expectativas para os próximos quatro anos no Maranhão?
Adriano Sarney – Flávio Dino terá agora no segundo mandato terá que defender o seu primeiro governo. Esta história de antisarney já acabou. Não vai colar mais culpar Sarney por problemas no estado. O que vejo é que o governador terá muitas dificuldades e problemas. Eu alertei várias vezes da situação financeira do estado do Maranhão. Falei que os recursos do Fepa dos aposentados já estão acabando. Ele gastou muitos recursos nesta campanha com atos que em alguns municípios eu considero ter sido abuso de poder político e econômico com obras eleitoreiras. Agora, este preço dentro do planejamento do governo dele, ele vai pagar. E o pior que será ele e infelizmente a população. E para piorar a situação, o provável que é teremos um governo estadual sem o apoio do governo federal porque pelo cenário que estamos acompanhando, o próximo presidente será Bolsonaro e o que Flávio dino vem fazendo? Atacando o presidenciável direto.
O Estado – Nesta legislatura que está findando, tiveram propostas como o da emenda impositiva que ajudaria a fortalecer a Assembleia Legislativa. O que o parlamento precisará, nos próximos quatro anos, para ser uma Casa fortalecida e não uma extensão do Palácio dos Leões?
Adriano Sarney – Eu fiquei extremamente triste com esta legislatura pela falta de independência do Poder Legislativo em relação ao Poder Executivo e a situação da emenda impositiva foi um exemplo quando os deputados governistas se acovardaram e decidiram não enfrentar o Palácio deixando a Assembleia enfraquecida. Para esta próxima legislatura, eu espero quer seja diferente. Que estes novos deputados que estão chegando adotem uma postura mais independente mesmo diante da pressão que o governo estadual venha fazer.
O Estado – Na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa, o senhor decidiu votar em Othelino Neto. Qual o motivo da escolha já que o deputado é do PCdoB, partido do governador?
Adriano Sarney – Na eleição passada para mesa diretora, eu estive presente na chapa que Othelino, sou o terceiro vice-presidente. Então ele votou em mim e eu votei nele. Então, agora eu acredito que dos nomes que chegaram a ser apresentados, o que tem mais força é Othelino porque sabemos que o presidente da Assembleia precisa ter o aval do governo. Além disto, acredito que ele é um presidente que tem respeitado o espaço da oposição e já estamos trabalhando para manter uma vaga na mesa diretora para a oposição e isto o Othelino me garantiu que terá. Eu não sou candidato a qualquer cargo até mesmo porque passei dois mandatos como membro da mesa e agora não quero mais.

Penha pede a Felipe Camarão implantação de escola integral na Camboa


Atendendo convite do vereador Raimundo Penha (PDT), o secretário estadual de Educação, Felipe Camarão, visitou, nesta sexta-feira (18), os Centros de Ensino Médio Nerval Lebre Santiago e Joana Batista, ambos localizados no bairro da Camboa, em São Luís.
O parlamentar e o secretário conversaram diretamente com os moradores e com a comunidade escolar, oportunidade na qual foram anunciadas a execução de ações emergencial do programa “Escola Digna”.
O Nerval Lebre, escola na qual Raimundo Penha estudou quando cursou o ensino médio, atende, hoje, 125 alunos distribuídos em cinco salas – três no período vespertino e duas no matutino – sendo que outras sete estão seu uso.
Já o prédio do Joana Batista foi cedido ao município e, neste momento, está sem uso, tendo também doze salas de aula e uma quadra.
Felipe Camarão elogiou o empenho do parlamentar, que está defendo reivindicações feitas pelos moradores e estudantes do bairro, garantindo que, de forma imediata, algumas intervenções serão executadas no Nerval Lebre, tais como climatização de três salas de aula e colocação de novos bebedouros.
Camarão também determinou que a equipe da Seduc promova estudo no sentido de pontuar novas ações que favoreçam a recuperação e utilização dos dois prédios.
“Parabenizo o vereador Raimundo Penha, que é um atuante defensor da educação e tem se dedicado muito por esta região que compreende a Camboa, Liberdade e Fé em Deus. Realizaremos, de forma emergencial, algumas intervenções e, em breve, novas ações serão executadas. Podem confiar que coisa boa vem por aí”, disse o secretário.
O vereador agradeceu a atenção e empenho de Felipe Camarão, que realiza um grande trabalho à frente da pasta da Educação.
“Assim como os moradores, pais de alunos e os próprios estudantes, estou muito feliz com esta visita. É simbólica e pode ser um divisor de água para educação desta região. Aqui sonhamos grande, com uma escola em tempo integral ou quem sabe um IEMA”, afirmou Penha.

“O Centro já está com uma nova paisagem urbana”, diz Edivaldo ao vistoriar obras do Complexo Deodoro

Acompanhado do superintendente do Iphan, Maurício Itapary o prefeito Edivaldo vistoriou, na manhã desta sexta-feira (19), os serviços de requalificação das praças Deodoro e Pantheon que avançam para serem entregues no fim do ano

Obras do Centro são vistoriadas pelo prefeito Edivaldo e superintendente do Iphan, Maurício Itapary
Em nova vistoria às obras do Centro, o prefeito Edivaldo, acompanhado do superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Mauricio Itapary, disse que “o Centro de São Luís já está com uma nova paisagem urbana”, se referindo ao avanço das obras de requalificação que já podem ser percebidas pela população. A vistoria aconteceu na manhã desta sexta-feira (19) nas praças Deodoro e Pantheon e alamedas Silva Maia e Gomes de Castro, que compõem um conjunto de serviços que estão sendo executados na região do Centro da capital. A previsão de entrega do complexo é até o fim deste ano. As obras estão sendo executadas pelo Iphan em parceria com a Prefeitura de São Luís.
As alamedas Silva Maia e Gomes de Castro estão finalizadas, enquanto os serviços na Praça do Pantheon estão com mais de 90% concluídos e as obras na Praça Deodoro estão com 70% dos serviços feitos. A vistoria técnica para acompanhar o andamento das obras foi realizada em todo o canteiro de obras do Complexo Deodoro.
Durante a vistoria, o prefeito Edivaldo destacou os avanços do trabalho e a importância que a restauração do espaço tem para a promoção do desenvolvimento econômico, turístico e cultural da cidade. Esta semana, o gestor, também acompanhado de Maurício Itapary, vistoriou a Rua Grande, onde as obras de revitalização estão em pleno andamento e dentro do cronograma previsto para entregar à população, amplamente restaurado, o maior centro de comércio popular da capital.
Edivaldo e o superintendente do IPHAN, Maurício Itapary, em canteiro de obras no Centro
“Estamos voltando ao canteiro de obras para acompanhar de perto o andamento dos serviços desse importante projeto urbanístico que é a requalificação de todo o Complexo Deodoro realizado pelo Iphan em parceria com a Prefeitura. Temos aqui um volume grandioso de serviços que, sem dúvida alguma, é o maior investimento já realizado nos últimos 30 anos na área central da nossa cidade, o que muito nos alegra porque a restauração desse espaço era um clamor antigo da população que, em muito breve, vai poder usufruir plenamente desses espaços que fazem parte da memória histórica e comercial da capital”, afirmou Edivaldo, que esteve acompanhado também da primeira-dama Camila Holanda, e do vice-prefeito Julio Pinheiro. O presidente do Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur), Fábio Henrique Cardoso e o secretário municipal de Urbanismo e Habitação, Mádison Leonardo Andrade estiveram presentes na vistoria.
No local, o superintendente do Iphan, Mauricio Itapary, analisou o andamento dos serviços e disse que as obras estão dentro do cronograma estipulado. “Além de acompanhar de perto o andamento dos serviços, nossas vistorias técnicas visam analisar o cumprimento do cronograma e pedir celeridade à execução das obras que entendemos ser de suma importância para a cidade e a população. E contar com a parceria da Prefeitura nesse processo foi fundamental, pois sem esse apoio logístico seria impossível concretizar a contento esse grandioso projeto urbanístico na cidade”, observou Maurício Itapary.
OBRAS
Vista panorâmica da Praça do Pantheon, que ganhou nova configuração urbanística
As obras nas alamedas Silva Maia e Gomes de Castro, que também compõem o Complexo Deodoro, estão 100% finalizadas, segundo informou Itapary. Já os serviços na Praça do Pantheon estão com mais de 90% concluídos, faltando apenas a colocação de parte do mobiliário urbano, como lixeiras e bancos; a instalação das novas luminárias, a recolocação dos bustos e a pintura e iluminação artística da Biblioteca Benedito Leite, serviço que foi incluído ao projeto para promover melhor harmonização do monumento ao novo aspecto urbanístico do espaço requalificado.
As obras na Praça Deodoro estão com 70% dos serviços feitos. No local, estão em pleno andamento os serviços de construção de 18 banheiros com fraldários; a colocação da nova pavimentação de concreto lapidado e acessibilidade; e a construção da estrutura de concreto da esplanada, uma espécie de elevação que dará uma nova característica urbanística ao espaço.
Operários trabalham em ritmo acelerado para concluir a obra no prazo previsto
A Praça Deodoro também já recebeu obras de drenagem e tratamento sanitário, além de preparação para receber o novo calçamento, mobiliário e sistema de iluminação; fiação subterrânea e dutos de passagem de fibra ótica. O projeto da Deodoro contempla ainda a construção de canteiros com espaço mais amplos para maior permeabilidade do solo às plantas e demarcação das áreas de estacionamento com acessibilidade e sinalização; criação de um centro administrativo para uso de equipes de fiscalização e segurança. O centro administrativo vai contar com um mirante para servir como área de vivência e contemplação pública.
RUA GRANDE
A Rua Grande, outro espaço integrante do Complexo Deodoro com obras em pleno andamento, já está com mais de 60% dos serviços concluídos. Esta semana, foram terminados os trabalhos de acabamento na segunda quadra da via e iniciados os serviços de concretagem da terceira e da quarta quadras. Os trabalhos de finalização também avançaram para a Rua de Santaninha, que corta a Rua Grande, na altura das Lojas Americanas. A previsão de entrega da obra da Rua Grande é primeiro semestre de 2019.
Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação (Secom)

Maranhense de Beach Soccer será lançado na segunda-feira (22)




O Campeonato Maranhense de Beach Soccer de Seleções Municipais está de volta em grande estilo. Realizado pela Federação Maranhense de Beach Soccer (FMBS) com o patrocínio do governo do Estado e da Cerveja Glacial por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, o torneio é um dos mais tradicionais da modalidade e promete agitar as areias dos quatro cantos do Estado a partir deste mês até o início de janeiro de 2019. O lançamento oficial da competição ocorrerá na próxima segunda-feira (22), às 20h, no Hotel Praia Mar, na Ponta d’Areia.

Para a edição deste ano, a FMBS anunciou a realização de seis etapas classificatórias, além da fase final, que reunirá as melhores seleções de todo o Maranhão. O Campeonato Maranhense de Beach Soccer terá início logo na terça-feira (23), um dia após o evento de lançamento. A cidade de Paço do Lumiar foi a escolhida para sediar a etapa de abertura.

Até dezembro, a competição estadual também passará pelas cidades de Pinheiro, Caxias, Imperatriz, Barreirinhas e Tutoia. A capital São Luís foi definida para sediar a fase final do torneio, prevista para ocorrer na primeira semana de janeiro do ano que vem.

“Temos certeza de que o Campeonato Maranhense deste ano será o melhor. Nossa expectativa é que consigamos desenvolver, mais uma vez, um beach soccer de altíssimo nível em nosso Estado para revelar talentos e fomentar o esporte em todas as regiões. Só temos que agradecer o apoio do governo do Estado e da Glacial por acreditarem no beach soccer maranhense. O torneio é mais que um evento esportivo, é uma oportunidade de crescimento da modalidade, lazer e inclusão social a centenas de jovens e adolescentes maranhenses”, afirmou Eurico Pacífico, presidente da FMBS.

Campeonato Maranhense

Em cada uma das seis etapas regionais, seis seleções estarão participando da seletiva. Isso significa que o Campeonato Maranhense de Beach Soccer deste ano contará, ao todo, com 36 equipes. Apenas os dois primeiros colocados de cada etapa se classificam para a fase final, que será disputada por 12 seleções.

“Será a grande festa do beach soccer no Maranhão. Nos últimos anos, esta competição promovida pela FMBS tornou-se um verdadeiro celeiro de talentos. Basta lembrar que passamos a conhecer craques como Datinha a partir do Campeonato Maranhense. Foi a partir desse torneio que ele virou referência no cenário do beach soccer brasileiro e mundial”, comentou Pacífico. 

O Campeonato Maranhense de Beach Soccer de Seleções Municipais é uma realização da Federação Maranhense de Beach Soccer (FMBS) e conta com o patrocínio do governo do Estado e da Cerveja Glacial por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Etapas regionais (cidade-sede)

Grande Ilha (Paço do Lumiar) – de 23 a 27 de outubro
Baixada Maranhense (Pinheiro) – de 13 a 17 de novembro
Cocais (Caxias) – de 20 a 24 de novembro
Sul (Imperatriz) – de 27 de novembro a 1º de dezembro
Lençóis/Munim (Barreirinhas) – de 5 a 9 de dezembro
Baixo Parnaíba (Tutoia) – de 18 a 22 de dezembro
Etapa Final (São Luís) – de 2 a 6 de janeiro de 2019