quinta-feira, 25 de maio de 2017

Inscrições para Copa Maranhão Sub-19 vão até dia 31




Continuam abertas as inscrições para a edição 2017 da Copa Maranhão de Futebol Sub-19, tradicional competição que concederá ao campeão deste ano uma vaga para a Copa São Paulo de Futebol Junior do próximo ano. As equipes interessadas em participar do torneio têm até a próxima quarta-feira (31) para realizarem suas respectivas inscrições.

A primeira etapa regional ocorrerá em São Luís com a participação de times da Grande Ilha. Segundo a organização da Copa Maranhão, as disputas na capital maranhense estão previstas para ocorrer entre os dias 16 e 19 de junho. O local da competição ainda não foi divulgado.

As inscrições para os times interessados em participar da Copa Maranhão de Futebol Sub-19 e para cidades que desejam sediar as próximas etapas regionais da competição estão abertas. Para realizar as inscrições basta entrar em contato com a organização da Copa Maranhão pelos telefones (98) 98114-8309 ou (98) 98114-7099.

Júnior Verde solicitará urgência na tramitação dos projetos que definem os limites da Grande Ilha



O deputado estadual Júnior Verde (PRB) solicitará por meio de Requerimento urgência na tramitação dos três projetos de lei que atualizam e consolidam os limites cartográficos dos municípios de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa. Os três projetos receberam assinaturas de todos os membros da Comissão de Assuntos Municipais e de Desenvolvimento Regional da Assembleia, na última segunda (22). Os parlamentares contam com a parceria dos gestores dos municípios que compõem a Grande Ilha, além de órgãos técnicos como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Instituto Maranhense de Estudos Cartográficos (Imesc).
As propostas devem sanar conflitos ocasionados pelas indefinições das divisas entre os municípios, como a gestão fiscal, na cobrança, por exemplo, do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU), pois muitas pessoas recebem boletos de dois municípios distintos. Além disso, agora será possível a efetiva prestação dos serviços públicos, que muitas vezes se tornam inacessíveis, haja vista que a comunidade não sabe a quem recorrer.
“É mais um momento histórico para a região da Grande Ilha. Estamos, de uma vez por todas, resolvendo uma problemática que já vem, há anos, prejudicando a população que vive no entorno desses municípios”, afirmou Júnior Verde. 
Os projetos versam sobre a assinatura de acordos entre São Luís e São José de Ribamar; São José de Ribamar e Paço do Lumiar; e Paço do Lumiar e Raposa. Pedro Lucas Fernandes, presidente da Agência Executiva Metropolitana, disse que a redefinição facilitará os trabalhos da Agência. “A população vai ganhar muito, pois agora saberá a quem recorrer. Os gestores também vão saber até onde podem efetivar ações dentro do Governo”, frisou.
Para o prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Silva, “a Assembleia Legislativa vem fazer o seu papel de consolidação desses limites, com a Agência Metropolitana, os gestores, o Imesc e o IBGE. Ou seja, todo mundo em volta da mesma querendo a mesma coisa e o grande beneficiário é o povo da Ilha de São Luís”.
Talita Laci, prefeita de Raposa, destacou a importância do momento. “Agora cada município sabe qual o seu limite territorial. Era uma questão que já vinha sendo trabalhada há anos e não se conseguia. É um momento histórico”, afirmou.
Já Domingos Dutra, prefeito de Paço do Lumiar, ressaltou que se trata de uma definição baseada nas leis existentes, acompanhada pelo IBGE, homologada pelo juiz Madeira, da 5ª Vara, mediante parecer de uma procuradora da República. “Um acordo sólido e responsável, que vai ser fundamental para definirmos quais as responsabilidades dos prefeitos e do Governo do Estado”, complementou.
Júlio Pinheiro, vice-prefeito de São Luís e na ocasião representando o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, disse que a vontade política dos quatro gestores foi fundamental para a consolidação dos limites territoriais. “É uma vitória importante para todos os municípios, com a definição física e cartográfica da Grande Ilha, estabelecendo os limites de cada município. Isso tem um valor histórico de grande importância”, finalizou.

Deputado Wellington solicita ao Governo incentivo a times maranhenses no Brasileirão



Durante pronunciamento feito na Assembleia Legislativa do Maranhão, nesta quinta-feira (25), o deputado Wellington do Curso (PP), defendeu o futebol maranhense. Ao se pronunciar, Wellington destacou que o torcedor maranhense tem este ano a oportunidade de acompanhar quatro representantes na maior competição do mundo, que é o Campeonato Brasileiro. Dessa vez, tem-se o Sampaio e Moto na Série C e Maranhão e Cordino na Sërie D.

"Todos nós sabemos das dificuldade que os clubes tem para formar equipes competitivas para que possam brigar de igual por igual com equipes de outros estados do país. Para isso, é necessário que os clubes tenham patrocínio, mas infelizmente, sem ajuda financeira, os clubes agonizam. Por assim ser, venho aqui solicitar ao governador Flávio Dino e, no caso dos três clubes de São Luís, ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior, que ajudem os nossos times de futebol. O esporte é fator de inclusão social, além de gerar milhares de empregos. Sampaio, Moto, Maranhão e Cordino elaboraram um projeto e aguardam a captação de recursos pela Lei de Incentivo ao Esporte. É necessário que o Governo se posicione de forma favorável quanto a liberação de tais recursos. Incentivar os nossos times de futebol é incentivar o desenvolvimento desportivo do Maranhão", pontuou Wellington.

Ainda sobre a situação, o deputado Wellington solicitou brevidade por parte Supremo Tribunal de Justiça Desportiva no julgamento que definirá quais os times que, de fato, participarão das finais, já que tanto o Moto quanto o Sampaio aguardam o posicionamento e, como consequência negativa disso, o campeonato maranhense está suspenso até o presente momento.                      

Pavão Filho solicita a transformação do Socorrinho do Cohatrac em UPA



O vereador Pavão Filho (PDT), preocupado com a saúde da população ludovicense, teve uma indicação de sua autoria aprovada pela Câmara Municipal de São Luís, na qual solicita que Governo do Estado e Prefeitura de São Luís façam parceria visando transformar o Socorrinho do Cohatrac em Unidade de Pronto Atendimento – UPA - de porte III.
Pavão diz está seguro que uma parceria entre os dois poderes irá beneficiar em especial a região Cohatrac-Cohab, além de oportunizar à população mais uma UPA, com melhores condições no atendimento de urgência e emergência  no período de 24 horas.
Para o vereador, a transformação do Socorrinho vai também proporcionar o aumento do número de leitos que passará de 12 para 25 além de oferecer equipe de enfermeiros, clínica médica, pediatra, fisioterapeutas, técnicos em radiologia, assistente social e médico intensivista.
Conforme Pavão, a iniciativa tem por finalidade atender à solicitação feita pelos  moradores da região Cohatrac-Cohab, através de abaixo assinado, reclamando  por atendimentos de urgência e emergência adequados, essenciais e vitais, que atenda a grande demanda da região, de forma rápida, eficiente, ampliando e qualificando o acesso humanizado em tempo integral, aos usuários em situação de urgência. 
Pavão Filho observa ainda que a adequação do Socorrinho do Cohatrac para UPA tipo III contribuirá significativamente para melhoria dos serviços de saúde de urgência e emergência ofertados a população da região e bairros adjacentes, evitando o deslocamento dos moradores para Unidades de Pronto Atendimento de outras regiões.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

I Edição do MARIER traz Roberto Cohen para São Luís nos dias 29 e 30 de Maio

São Luís se prepara para receber, nos dias 29 e 30 de Maio, o cerimonialista mais famoso do Brasil: Roberto Cohen, na I Edição do MARIER- Exposições/ Noivos/Eventos.  O profissional virá à capital maranhense para ministrar um Curso de Cerimonial Social para Casamento, voltado para os profissionais de eventos do Maranhão, e uma palestra para os noivos e noivas da cidade.
O MARIER, que foi criado com o intuito de proporcionar eventos exclusivos para network, negócios e festas, tem a marca do cerimonialista e relações públicas Marcelo Claudio Rodrigues, que já atua há mais de 15 anos no mercado de eventos, e terá como palco, os belos espaços do Villa Reale Buffet (na Litorânea e Avenida dos Holandeses, no Calhau). O evento já conta com um grande número de participantes, alem de mais de 60 fornecedores, que irão expor produtos e serviços exclusivos para Casamento.
A abertura da I Edição do MARIER será na segunda-feira (29) de Maio, no Villa Reale da Avenida dos Holandeses, no Calhau, com o Curso de Cerimonial Social para Casamento, a partir das 08h da manhã, ministrado por Roberto Cohen.
Ainda na segunda-feira (29), a partir das 18h, no Villa Reale Buffet da Avenida Litorânea, fornecedores irão expor seus produtos e serviços para casamentos, como Bolo, Doces, Decoração, Buffet, Mimos especiais e personalizados, Mesa posta, Imobiliária, Make e Hair, Cabine de Fotos, Bar de Drinks, Bolo de rolo, Biscoitos finos, Bem casados, Tendas, Projeção mapeada, Catering, Carro da noiva, Picolé e Geladinho alcoólico, entre outros.
Em seguida, a partir das 20h, será a vez de Roberto Cohen ministrar a Palestra especial para Noivos e Noivas, que já está sendo muito aguardada pelos noivos de plantão, também no Villa Reale da Avenida Litorânea.
Já no segundo dia de evento, terça-feira (30), os profissionais de eventos voltam a se encontrar com Roberto Cohen, no Curso de Cerimonial Social. No encerramento, haverá coquetel para os participantes e convidados.
Mais informações com Marcelo Claudio, pelos telefones: (98) 9 8418.0455/ 9 8111.1793/ 9 8728.1126/ 9 9154.3029
Sobre Roberto Cohen:
Roberto Cohen é carioca, nascido em 29 de Julho de 1962. Formado em Odontologia, teve aos poucos sua transição da carreira Biomédica para o Cerimonial. Ao ser chamado por uma grande amiga para ajudar a organizar o casamento dela, se entusiasmou com o mercado de festas e aos poucos sua agenda do consultório foi cedendo aos agendamentos de festas e eventos. Já passaram por suas mãos figuras como, Mirtia Gallotti, Família Frering, Matarazzo, David Azulay (Blue Man), Mary Zaide (Essencial), Geórgia Wortman, Carolina Dieckman, Zeca Pagodinho, Latino, Fátima Bernandes e Willian Bonner, Mário Lúcio Vaz, Marcelo Serrado, Kaká Bueno, entre outros.
Serviço:
O QUÊ: I Edição do MARIER – Exposições/Noivos/Eventos
QUANDO: Dias 29 e 30 de Maio de 2017
LOCAL: Buffet Villa Reale (Avenida Litorânea e dos Holandeses- Calhau)
HORÁRIO: 08H AS 22H.

Deputado Zé Inácio faz indicação para implantação da Uema Baixada

Deputado Zé Inácio destacou importância da criação da Uema Baixada
O deputado Zé Inácio (PT) utilizou a tribuna na segunda-feira (22) para apresentar a indicação que será encaminhada ao governador Flávio Dino (PCdoB), e que solicita a adoção de estudos com vistas à criação da Universidade Estadual da Região da Baixada Maranhense (Uema Baixada), com sede na cidade de Pinheiro.
Em sua fala, Zé Inácio abordou que são necessárias ações que venham a desenvolver mais o Estado do Maranhão, por meio da inclusão social. “Eu aproveito este momento para destacar que, fruto de alguns debates que nós já fazemos há meses, e ouvindo a comunidade acadêmica, nós apresentamos hoje a Indicação para a criação da UEMA Baixada”, disse.
A indicação tem o objetivo de beneficiar uma população de quase um milhão de habitantes da região da Baixada, em 19 municípios, além de abranger parte do território Campos e Lagos. “Esta é uma ação que vai beneficiar também grande parte dos municípios da região do alto Turi/Gurupi, e hoje nós queremos compartilhar esse sonho, que com certeza será aprovado por todos os parlamentares”, enfatizou.
O deputado também tratou sobre a importância da criação da Uema Baixada. “Esperamos que assim como o Governador teve empenho em criar a Uemasul, também se empenhe em criar a Uema Baixada, para que aquela região, que também é uma das regiões mais promissoras do Estado, possa contar com o instrumento da educação universitária, proporcionando o desenvolvimento não só educacional, mas como social, tecnológico e econômico da região da Baixada”, falou.
Zé Inácio finalizou abordando os benefícios que serão proporcionados com a implantação da Uema Baixada. “Portanto o Poder Público Estadual, com essa iniciativa, beneficiará milhares de jovens da Baixada Maranhense e toda a região, dando oportunidade de ensino aos estudantes de 25 municípios do interior do estado, levando o desenvolvimento e garantindo o avanço educacional com autonomia administrativa, orçamentária, disciplinar e pedagógica”, afirmou.

Decisão do STF pode alterar cenário político em Bacabal



O Estado – O Supremo Tribunal Federal (STF) analisará nos próximos dias uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) protocolada pelo PSD que questiona a previsão de novas eleições em todas as hipóteses de cassação de mandato de eleito.
O partido alega inconstitucionalidade dos parágrafos 3º e 4º do artigo 224 do Código Eleitoral, com a redação dada pela minirreforma eleitoral, por ferir o princípio da soberania popular.
Caso a legenda obtenha êxito na apreciação da matéria no STF, pode haver mudança no cenário político de Bacabal. Isso porque o prefeito Zé Vieira (PP) está no exercício do mandato por força de liminar.
Vieira foi o mais votado na eleição de 2016, mas teve o registro de candidatura indeferido pela juíza Daniela de Jesus Bonfim Ferreira, da 13ª Zona Eleitoral, e aguarda decisão sobre o seu futuro no município.
Em eventual cassação do mandato do pepista, poderá haver ou não novas eleições em Bacabal. Se a ação do PSD for acatada pelo STF, o deputado estadual Roberto Costa (PMDB) assume mandato. Se a ação for indeferida ou arquivada, a Justiça Eleitoral terá de organizar novo pleito na cidade.
Ação – A ADI protocolada pelo PSD no STF foi liberada para inclusão na pauta de julgamentos pelo ministro Luís Roberto Barroso.
No processo, o partido sustenta que na situação de cassação de mandato do eleito, o correto seria dar posse ao segundo colocado, sobretudo em municípios com menos de 200 mil eleitores. Ao determinar que sejam feitas novas eleições, de acordo com o PSD, a minirreforma não permite o máximo aproveitamento dos votos.
A ação também afirma que a jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), tradicionalmente, só prevê novas eleições nos casos em que o pleito vai para segundo turno. Em eleições de colégios eleitorais menores e para o Senado, costumava entender que, cassado o eleito, assumia o segundo mais votado.
A ação do PSD deve julgada no STF junto com outro pedido de declaração de inconstitucionalidade do artigo 224, de autoria da Procuradoria-Geral da República (PGR).
No pedido da PGR está em jogo o mandato do presidente da República, Michel Temer (PMDB), que assumiu o comando do Executivo Nacional após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).
O dispositivo constitucional afirma que, no caso de vacância dos cargos de presidente e vice-presidente da República, o próximo na linha sucessória deve assumir o governo e convocar eleições indiretas em até 90 dias. Na ação da PGR, o pedido é para que o Supremo defina que, no caso de cassação pela Justiça Eleitoral, as novas eleições sejam diretas.
Saiba Mais
A Advocacia-Geral da União (AGU) também já considera inconstitucional a possibilidade de realização de novas eleições nos municípios com menos de 200 mil eleitores em que o candidato mais votado não tenha atingido mais de 50% dos votos e tenha tido esses votos anulados em virtude de indeferimento ou cassação de registro de candidatura. O posicionamento oficial da instituição ocorreu no mês de fevereiro deste ano, por meio de nota pública.